//
você está lendo...

Ordens-Ritos-Rituais

A ROSA-CRUZ MAÇÔNICA

Pouca gente sabe, aliás, são poucos até os maçons brasileiros que sabem, mas a Maçonaria possui uma Ordem Rosa-Cruz interna, restrita a Mestres Maçons.
Isso mesmo, seu nome é Societas Rosicruciana e funciona como uma Ordem dentro de outra Ordem. É oficialmente um Corpo Maçônico de Convite, ou seja, não adianta apenas ser maçom e possuir os requisitos se você não for convidado. A Societas é administrada em nível nacional por um Grande Conselho, o qual é presidido por um “Supremo Mago”. A dos EUA (Societas Rosicruciana in Civitatibus Foederatis – SRICF) foi fundada em 21/09/1880 pela Societas da Escócia, a mais antiga do mundo, e funciona como um Corpo Anexo do Rito de York.
A Societas Rosicruciana tem seus ensinamentos divididos em 09 graus, como muitas das demais instituições Rosa-Cruzes tradicionais. Os graus têm as seguintes denominações:
PRIMEIRA ORDEM: I – Zelator, II – Theoricus, III – Practicus, IV – Philosophus;
SEGUNDA ORDEM: V – Adeptus Minor, VI – Adeptus Major, VII – Exemptus Adeptus;
TERCEIRA ORDEM: VIII – Magister, IX – Magus.
O nono grau é restrito ao Supremo Mago e seus dois substitutos, mas também concedido pelo Supremo Mago a outros como uma distinção honorária.
A Rosa-Cruz Maçônica chegou recentemente ao Brasil através da SRICF (Societas dos EUA), com a criação de Colégios no Brasil, tendo o ingresso aos seus quadros restrito aos Mestres exaltados ao grau de Maçom do Real Arco e regulares perante o SGCMRAB – Supremo Grande Capítulo de Maçons do Real Arco do Brasil.
Se a Societas Rosicruciana é um mistério até para a maioria dos maçons, o que menos ainda se pode mensurar é sua influência na história das Sociedades Secretas. Para se ter uma ideia, três membros da Societas da Inglaterra, Woodman, Westcott e Mathers, fundaram em 1888 a famosa Golden Dawn, com estrutura e rituais baseados na Rosa-Cruz Maçônica.
Por meio das Societas, a Maçonaria tem dado sua parcela de contribuição para a manutenção dos ensinamentos e filosofia rosacruciana.

Discussão

15 Respostas para “A ROSA-CRUZ MAÇÔNICA”

  1. A Societas Rosicruciana pertence apenas ao Rito de York Americano ou está presente também no Ritual de Emulação?
    Desde já agradeço
    Meu TFA e Paz Profunda

    Enviado por Renato Cardoso | 2 de junho de 2011, 0:52
  2. É notório que a base litúrgica, bem como outras influências maçônicas-rosacrucianas da Golden Dawn teve sua base na Societas Rosicruciana.

    1 Completando a pergunta do Renato, se o Maçom não possuir o referido grau do Rito de York já era?
    2 A Societas Rosicruciana visa o estudo teúrgico?

    Excelente!

    T F A

    Enviado por Rafhael Guimarães | 2 de junho de 2011, 4:12
  3. Meus Irmãos Rafhael e Renato,
    A Societas é tida nos EUA Corpo "Anexo" do Rito de York. Como o termo mesmo indica, é um Corpo independente, apenas ligado, relacionado com o Rito de York, e não pertencente ao mesmo.
    Além de Mestre Maçom regular, outros requisitos podem ser exigidos em cada Societas. No caso do Brasil, achou-se por bem também exigir o Grau de Maçom do Real Arco, visto que esse grau conclui os ensinamentos do grau de Mestre Maçom.
    TFA,
    Kennyo Ismail

    Enviado por Kennyo Ismail | 2 de junho de 2011, 14:13
  4. Prezado Ir. Kennyo,

    O mano saberia me dizer se tanto os corpos filosóficos do Rito de York e a Societas Rosicruciana estão abertos à todas as potências regulares do Brasil (ou seja, GOB, CMSB e COMAB) ou apenas ao GOB e às poucas Grandes Lojas reconhecidas pela UGLE?

    TFA

    Enviado por Roberto Sarti Côrtes .'. | 3 de junho de 2011, 12:48
  5. Meu Irmão Roberto,
    Os Corpos do Rito de York (Capítulos do Real Arco, Conselhos Crípticos e Comanderias Templárias), assim como a Rosicruciana, aceitam membros do GOB, CMSB e COMAB, conforme os estatutos nacionais e com a devida ciência dos órgãos internacionais, sediados nos EUA.
    Os Corpos Superiores são independentes das Obediências Simbólicas, havendo apenas reconhecimento entre eles. Sobre esse assunto, indico a leitura do texto sobre "Reconhecimento e Regularidade" aqui no blog.

    TFA,
    Kennyo Ismail

    Enviado por Kennyo Ismail | 3 de junho de 2011, 13:53
  6. Postei uma resposta, vi que tinha escrito algo errado, acabei removendo e esqueci de postar de novo… rssss

    Mano Kennyo, obrigado minha resposta! Minha dúvida se originou devido aos problemas que vemos nos corpos filosóficos do REAA e se isso se estendia de maneira análoga aos corpos filosóficos do Rito de York.

    O tópico sobre Regularidade & Reconhecimento eu já havia lido! Muito bom por sinal! Entretanto, eu aprendi sobre as questões de Regularidade & Reconhecimento "na marra"…

    TFA!

    Enviado por Roberto Sarti Côrtes .'. | 6 de junho de 2011, 12:29
  7. ACHO QUE ENCONTREI O QUE QUERIA. MUITO BOM.

    Enviado por PAULUCCI ONX MAKER | 14 de junho de 2011, 1:37
  8. OLA IR.´.

    ACHEI MUITO PARECIDO OS GRAUS COM AS DA A.´.A.´., TEM ALGUMA LIGAÇÃO?

    T.´.F.´.A.´.

    SÉRGIO CIARALLO

    Enviado por SÉRGIO CIARALLO | 31 de outubro de 2011, 2:00
  9. Participando do blog;
    Nobre Sérgio, saudações!

    A Astrum Argentum que foi fundada por Aleister Crowley tem seus ensinamentos, graus, estrutura e etc, ou seja, toda a sua base ligada a saudosa Golden Dawn a qual Crowley foi um dos maiores membros.

    Essa última por sua vez herdou os ensinamentos maçônicos e rosacruzes da Societas como propriamente dito no texto, no tocante a Rosa+Cruz esses graus (tanto da societas como da AA) aludem a tradição Rosacruciana.

    SFU

    Enviado por Rafhael Guimarães | 4 de novembro de 2011, 0:04
  10. Amigos, Paz Inverencial!
    Todos sabem que o grande ‘G’ de Gnose há muito tempo deixou de existir tanto na Maçonaria quanto nas escolas Rosacruzes atuais; Penso eu: pobres e insignes Maçons Gnósticos do passado que deram seu sangue e suas vidas pelo Magnus Opus, foram grandes reis e grandes mestres do exemplo e da disciplina (Beethovem, A.K.H.; S.A.W…). Diferente é agóra na nossa atualidade: Qualquer um vira maçon, pois nela estão os gananciosos políticos (Doutores da lei, discípulos da má vontade), os fundadores de igrejas e crenças pseudo-cristãs (os Caifazes vituperadores) e também os ateus empresários (donos e criadores do dinheiro) adoradores de Mamom, sempre buscando incansavelmente e eternamente atrair n’um siclo vicioso aquelas horríveis 30 moedas de prata… Os Gnósticos e também os Maçons autênticos sabem que a Grande Palavra perdida (o verbo) só pode ser pronunciada por quem a encarnou e que a mesma palavra não tem valor nenhum na boca de um profano (iniquo). É notório que as confrarias atuais trocaram e inverteram os papéis de Jubala, Jubalo e Jubalum com o do Mestre construtor do templo de Salomão… É óbvio que e porisso que atualmente não se conhece um único M. Maçon e muito menos nenhun M. Rosacuz…

    Kennyo Ismail – Paulo Tadeu, creio que devemos buscar o “caminho do meio” e evitar julgamentos generalizados. Há ordens sérias e obediências sérias que procuram fazer seu trabalho, contribuindo para a evolução de seus membros. Se acreditarmos que tudo que é atual não presta, e apenas o que passou valia algo, então estamos enterrando o princípio evolutivo, e isso é temerário.

    Enviado por Brain | 23 de maio de 2012, 3:36
  11. kennyo, tenho aprendido muito com seu blog, porem gostaria que me orientasse um pouco mais sobre este tema.
    alem de nossa augusta ordem tambem faço parte da ROSA CRUZ – AMORC e ao ler seu comentario sobre a rosa cruz maçonica fiquei muito feliz. gostaria de saber se o acesso a esta ordem é apenas para mestres maçons do rito de YORK ou se possivel tambem para os do REAA? se for, exite essa ordem no Rio de Janeiro,onde? E se nao for, poderia eu frequentar tambem o rito de York junto ao com o REAA, e um dia chegar a ter os requisitos basicos para adentrar o ordem rosa cruz.

    gostaria de dizer que lhe conheci atraves de uma palestra na loja “Acacia da tijuca- GOIRJ” e desde aquele dia você vem me orientando muito com sua sabedoria.

    muito obrigado por tudo e parabens pelo belissimo blog!

    TFA;
    cristiano campos.’.

    Kennyo Ismail – Meu Irmão Cristiano, obrigado pelo comentário e pelas palavras de apoio. Há um interessante texto aqui no blog sobre as Ordens Rosacruzes, chamado “A Tradição Rosa-Cruz e suas Ordens”. O ingresso na Societas Rosicruciana no Brasil é restrito a Maçons do Real Arco regulares no Supremo Grande Capítulo de Maçons do Real Arco do Brasil. O ingresso no Real Arco é aberto a todos os Mestres Maçons Regulares brasileiros. Há um importante Colégio da Societas Rosicruciana no Rio de Janeiro. A participação nos Graus Superiores de um Rito não interfere na participação de outros Ritos. Estou à disposição. TFA. Kennyo Ismail

    Enviado por CRISTIANO CAMPOS | 16 de julho de 2012, 19:27
  12. Sou maçom do gob,Grau 33,reaa,como devo proceder para entrar na sociedade rosacruz maçonica ,devo ser iniciado no real arco primeiro e ser convidado ?

    Enviado por fleming do valle munksgaard | 1 de fevereiro de 2013, 23:41
  13. A Ordem Rosacruz (AMORC) não é o único grupo rosacruz que existe no mundo,não!!! Existem concorrentes sérios, como a FRATERNIDADE ROSACRUZ, o LECTORIUM ROSICRUCIANUM, a CONFRATERNIDADE DA ROSA+CRUZ, a ORDEM KABBALÍSTICA DA ROSACRUZ, a ANCIENT ROSAE CRUCIS e tantos outros que se encontram espalhados nos 4 cantos da terra.

    Kennyo Ismail – Henrique, por favor, leia esse artigo antes que trata das Ordens Rosacruzes: http://www.noesquadro.com.br/2012/01/tradicao-rosa-cruz-e-suas-ordens.html

    Enviado por Henrique | 28 de setembro de 2013, 20:31
  14. Muito interessante descobrir que existe uma organização R+ dentro da maçonaria, isso me estimula ainda mais nos estudos maçônicos.

    Enviado por Acauã Silva | 1 de novembro de 2013, 10:00
  15. Fiquei feliz ao ler esse post, pois há muito tempo estava pesquisando e procurando sobre a SRIA. Há algum site em português sobre esse Colégio?
    Se não, como faço para ter contato direto?
    Há algum grupo da SR em Curitiba?
    Aguardo respostas.
    TFA

    Kennyo Ismail – Ir.´. Julio, em Curitiba há um Colégio regular jurisdicionado a SRCF (EUA). Para ser elegível, deve-se ser Mestre Maçom de Obediência Regular do Brasil (GOB, CMSB, COMAB) e Maçom do Real Arco regular no SGCMRAB.

    Enviado por Julio Lussari | 27 de novembro de 2013, 12:35

Post a Comment