//
você está lendo...

Simbologia

A LETRA "G" NA MAÇONARIA

Qual o significado da letra “G” comumente presente no centro do Esquadro & Compasso?
Vários autores apontam vários significados, muitos dos quais absurdos: God, GADU, Grande Geômetra, Ghimel, Gama, Geração, Gênio, Gnose, Gomel, Glória, Gibur, Gibaltrar, etc.
Há ainda aqueles autores que, sem conseguirem se aprofundar na pesquisa sobre o tema, preferem afirmar que o verdadeiro significado do “G” é um grande mistério maçônico, talvez nunca revelado. Uma desculpa um tanto quanto poética.
A letra G é um daqueles tantos símbolos que sobrevivem aos séculos mas, infelizmente, perdem seu significado original, ganhando vários outros significados ao longo do tempo. E vez ou outra, um desses significados novos prevalece, sepultando de uma vez por todas o original.
Séculos atrás, conhecimento era algo raro, reservado a pequena parcela da população, restrito aos poucos com berço ou condições financeiras para tanto. Naqueles tempos, a Geometria era tida quase como uma ciência sagrada, mãe da arquitetura e da construção, sem a qual as Catedrais não podiam ser planejadas e concluídas. As crianças não aprendiam Geometria nas escolas, como ocorre atualmente. Apenas aqueles que trabalhavam com construções aprendiam tais lições. Em resumo, a Geometria era a ciência do maçom operativo, uma ciência que os distinguia dos demais, que tornava possível a execução da Arte Real, que levanta templos às virtudes.
A presença do “G” no Templo é representativo da Geometria como a ciência maçônica; como foco do estudo, conhecimento e prática do trabalho maçônico; e principalmente como origem da Arte Real, base para o uso de todas as ferramentas do maçom. Esse significado pode ser comprovado em todos os antigos Catecismos Maçônicos que se tem conhecimento.
A letra “G” definitivamente não é “God” ou qualquer outro nome relacionado ao Grande Arquiteto do Universo. Apenas nas línguas anglo-saxãs, a palavra referente a Deus começa com “G”, enquanto que o uso do “G” também sempre constou nos países de línguas latinas. Se “G” fosse God (inglês e holandês) ou Gott (alemão), então nos países como França, Espanha, Itália e Portugal utilizariam um “D”: Dieu (francês), Dios (espanhol), Dio (italiano) e Deus (português). E isso não aconteceu e não acontece, nem nesses países e nem nos que adotam as línguas latinas. Já a palavra “Geometria” mantém sua letra inicial tanto nas línguas anglo-saxãs como nas latinas: Geometry (inglês), Geometrie (holandês e alemão), Géométrie (francês), Geometría (espanhol), Geometria (italiano e português).
O surgimento de novos significados para o “G” foi surgindo entre o século XVIII e XIX, quando os intelectuais-maçons da época, achando a simbologia maçônica de certa forma simplista, começam a inventar significados considerados por eles mais profundos e adequados para os símbolos maçônicos e pegar emprestado símbolos de outras fontes (astrologia, alquimia, cabala, templários, etc), criando novos rituais e ritos.
Ao indicar num mesmo ritual que uma única letra tem 07 diferentes significados, não relacionados entre si, os “sábios da maçonaria” daquela época, assim como os de hoje, revelam uma informação importantíssima a todo maçom estudioso: na tentativa de “florear” nossa simbologia, se mostram grandes incoerentes.
Sim, “G” é apenas “Geometria”. Pode não parecer muita coisa hoje, mas na época era. 
Espero que o próximo maçom a se aventurar em escrever sobre o “G” na Maçonaria não subestime a inteligência de seus irmãos. Não basta apenas pegar o dicionário, abrir no “G”, selecionar algumas palavras legais e depois filosofar um pouquinho sobre elas. É exatamente assim que perdemos a nossa história.
Que tal avaliar o post?
[Média: 4.2]

Discussão

78 Respostas para “A LETRA "G" NA MAÇONARIA”

  1. Tio Kennyo Ismail, sou um leitor de seu blog, o conheci através do site de Marcelo Del Debbio. Agradeço pelo trabalho em divulgar de maneira correta e simples os seus textos e trabalhos, digo simples pois desmistificam diversas coisas, símbolos, nomes e ideias que os próprio Maçons não entendem e acabam, como você mesmo diz, perdendo a essência e a ideia primária da simbologia e dos nomes. Sou um DeMolay, como você deve ter percebido pela maneira de tratamento.

    Ao ler esta publicação me lembrei de algums fatos que ví durante o uso de algums templos maçônicos. Eu mesmo tinha a ideia de que o G representava Deus. Sou de Natal, Rio Grande do Norte e percebi que em um templo do GOB, no oriente, onde o Venerável senta-se logo acima dele tem o "Olho que tudo vê" e mais acima, geralmente uma região enfeitada tem um triângulo. Em um templo do GOB eu ví esse triângulo com o nome Deus, em um templo do GOIERN eu ví YOD, Não sei o que síginifica este último, mas pela similaridade com GOD ajudou a reforçar a minha ideia de ser mesmo Deus. Será que o senhor pode comentar ou criar algo falando sobre tais representações? Explicando porque o GOB, a mais antiga potência do Brasil passou a usar Deus e o do porque YOD nos GOI.

    Obrigado e que o GADU o abençôe dando-lhe oportunidades de fazer o melhor.

    Enviado por Pablo Ronney Queiroz | 2 de novembro de 2011, 17:54
    • Prezado Pablo, como está? Não sou maçom, mas já ministrei palestras na (ou seja DENTRO) Maçonaria, e se caso algum maçom solicite tenho como comprovar…
      Sou esoterista e já fiz a pergunta do “G” a maçons e eles de fato não sabem a origem… O ‘G’ vem de GNOSIS; do grego, CONHECIMENTO. AA letra YOD (‘ – caractere da letra) é uma letra Hebraica e significa, SIMBOLOGICAMENTE “pênis”. Isso é o mesmo que o compasso e o esquadro, onde as posições relativas entre eles denota um ato sexual; ou seja, o pênis dentro da vagina (ou seja, o compasso dentro do esquadro). É um simbolismo FÁLICO-SEXUAL. O yod representa esse eterno masculino e o “G” ao centro do esquadro e compasso diz que a sabedoria deriva ou NASCE (literalmente) do sábio manejo das FORÇAS SEXUAIS de um HOMEM COM UMA MULHER. Para saber mais leia Matrimônio Perfeito, capítulo 2 de Samael Aun Weor. É isso, no geral os maçons desconhecem isso. Caso queira saber mais, fica meu e-mail: fvnunes@yahoo.com. Abraço e boa sorte, e como diriam os grandes esoteristas: O REI MORREU, VIVA O REI!

      Kennyo Ismail – Prezado Fabiano, discurso de autoridade aqui não cola… Um médico outro dia foi dar uma palestra na minha Loja Maçônica. Isso não dá a ele conhecimentos para definir significados a símbolos maçônicos, ok? Dito isso, vamos ao que interessa: Tentar interpretar símbolos maçônicos utilizando-se de fonte não maçônica não colabora muito com o tema. Aliás, não colabora em nada. Até porque todas as fontes maçônicas, antigas e modernas, não dão esses significados. O G não é gnosis e muito menos um pênis… Pedreiros analfabetos da Idade Média não sabiam o que era Gnose. Sabiam o que era Geometria e tinham nela algo perfeito, sagrado. Também, logicamente, não sabiam hebraico. E o esquadro e compasso não são um homem e uma mulher transando. São ferramentas geométricas. Esquadro, Compasso, Geometria… consegue ver a relação? Mas se quiser enxergar pessoas transando nos desenhos das nuvens, é direito seu e respeito sua opinião. Mas suponho que seja uma questão “freudiana”…

      Enviado por Fabiano | 29 de junho de 2015, 20:40
      • FALOU TUDO AMADO IRMÃO, ESSES CARAS, PARECEM ATÉ EVANGÉLICOS, DEMONIZAM TUDO, AGORA VER: ESQUADRO E COMPASSO PARECER ORGÃO SEXUAL, É UM LOUCO.

        Enviado por CARLOS DA SILVA RIBEIRO | 28 de outubro de 2015, 11:09
        • Desculpe Sr. Carlos da Silva Ribeiro, sou protestante, sua acusação somente a evangélicos é evasiva, pois não se esqueça que a Igreja Católica foi sem dúvidas a maior entidade religiosa a perseguir a maçons, como o papa Pio XIII que foi extremamente contra os maçons mandando mata-los. Não se esqueça que Anderson que criou a Constituição de Anderson, era pastor protestante era presbiteriano. Então pare de julgar, quanto ao comentário sem nexo do Fabiano creio que nosso Ir.´. já respondeu a altura…..

          Enviado por Paulo Mello | 23 de janeiro de 2016, 23:54
      • Isso que o camarada do “pênis” informou tem haver com a mitologia egípcia – o Deus Morto. Onde Rá (Sol) ao amanhecer nasce do ventre de Nuit, e morre em sua boca, nascendo novamente – ou seja, ressuscitando. É uma ideia de ativo-passivo, o dia tem que morrer para renascer.

        Na agriculta e na mitologia, o dia a noite teria uma simbologia sexual, pois apesar do sol trazer a vida e o calor para as pessoas e a vegetação, ele deveria se por, para vim a noite, que seria sua morte, onde Rá estaria lutando contra Apep, a grande serpente do mundo inferior, para ao dia voltar ao Sol. Essa ideia do sol ser vida, veio a acreditar que o por do sol seria a fecundação enquanto o nascer a sua ressurreição.

        Me desculpa por errar alguma coisa, não sou maçom e nem mesmo esoterista, mas pesquiso algumas coisas sobre isso e isso realmente é verídico na mitologia egipciana, e tem relação com a maçonaria pois estudei isso através do Thelema a qual seu fundador o Aleister Crowly também seria membro do Ordo Templi Orientis (O.T.O.).

        Kennyo Ismail – Prezado Sidney, está desculpado. Maçonaria de verdade não tem nada com mitologia egípcia, Thelema, Aleister Crowley ou OTO. Nada.

        Enviado por Sidney | 15 de janeiro de 2016, 2:15
      • Já há algum tempo eu não ria tanto… um não maçom falando sobre simbologia maçônica é de fato algo muito divertido.

        Enviado por Marcelo | 11 de março de 2016, 17:47
  2. Pablo, os templos que você viu provavelmente são de Lojas que adotam o Rito Escocês, então os templos estão decorados conforme o Ritual determina, ou seja, estão corretos perante o ritual. Esses símbolos passaram a ser utilizados em substituição ao G, a partir do momento em que o G ganhou esse novo significado relacionado ao Grande Arquiteto do Universo. Mas você, como DeMolay, não deve se preocupar com isso, pois nenhum desses símbolos faz parte da decoração oficial da Sala Capitular da Ordem DeMolay.
    Que o Pai Celestial ilumine você e o trabalho de seu Capítulo.

    Kennyo Ismail

    Enviado por Kennyo Ismail | 3 de novembro de 2011, 1:19
  3. Ir.'.
    A propósito da letra G inserido como símbolo,comungamos de idêntico ponto de vista,como vista a partir das língua românicas(D)
    Por outro lado sabemmos que em 1776,citado por Mackey revela igual sentido sensato:Geômetra
    SSS
    Teixeira
    Obr de Trento(Adonhiramita)

    Enviado por JATeixeira | 3 de novembro de 2011, 13:24
  4. Irmão Teixeira,
    Estou aqui com minha Enciclopédia de Mackey aberta, talvez a obra mais completa já escrita sobre Maçonaria. Há extenso texto dedicado a letra "G", o qual usei como uma das referências bibliográficas, assim como Dr. Oliver, Albert Pike, Jay Kinney e outros. Nesta obra, Mackey se refere ao "G" com o significado atual de "God", mas informa seu significado original de "Geometria", a quinta ciência, citando ótimas fontes.
    Já quanto ao ano de 1776, seria impossível, visto que Mackey nasceu em 1807.
    Obrigado pelo contato.

    Kennyo Ismail

    Enviado por Kennyo Ismail | 3 de novembro de 2011, 14:09
  5. G, não seria de Gerator… por isso ostentado com orgulho na lapela???

    Enviado por Norton | 15 de novembro de 2011, 18:34
  6. Norton,
    Conforme as antigas instruções, não. Conforme as antigas instruções e rituais, significa Geometria. O resto foi invenção, inovação, aberração, seja qual o nome quiserem dar, que foram surgindo com o tempo.

    Enviado por Kennyo Ismail | 17 de novembro de 2011, 0:06
  7. Muito interessante as críticas do Irmão, mas senti falta das referências bibliográficas para as contestações, de tal forma que pudéssemos formar um juízo sobre o tema.

    Enviado por Carlos Dutra | 27 de novembro de 2011, 16:28
  8. Irmão Carlos, em se tratando de um blog, publico posts que são textos informais e curtos, apenas comentários sobre algum tema para a reflexão dos irmãos. Quando publico artigos em outros veículos, aí sim eles contam com as devidas citações e referências e são mais longos. Como já escrevi em outros comentários, cada post aqui é fruto de extenso estudo, pesquisa e bibliografia, e daria para escrever livros inteiros para muitos desses temas. Mas a intenção aqui é apenas comentar os temas de forma breve e informal, de forma a colaborar com a reflexão dos Irmãos.
    A todos os Irmãos interessados nas referências bibliográficas de algum texto específico, tenho atendido com atenção e paciência fraterna por e-mail.

    Kennyo Ismail

    Enviado por Kennyo Ismail | 27 de novembro de 2011, 17:11
  9. Não sou macônica, claro. Maçons não aceitam mulheres. Tenho curiosidade sobre a letra G, por motivo de estudo apenas. A letra G também é visivel em alguns alto relevos maias. Coincidencia? Também significaria Geometria? Creio que não. No caso a relação G- Geometria seria apenas uma forma de resguardar o verdadeiro simbolismo da Letra G para a Maçonaria, o que com certeza vou respeitar. Apenas queria saber, pelo motivo acima, ou seja maias também conheciam a letra G. …

    Kennyo Ismail – Maria Alice, um mesmo símbolo tem diferentes significados para diferentes culturas, épocas e civilizações. Muitas vezes, significados até opostos. Um exemplo claro é a cruz suástica, símbolo milenar e compartilhado por diferentes povos em diferentes épocas com diferentes significados. Seu significado para os budistas era diferente do que para os nazistas, que por sua vez era diferente do que para os índios navajos dos EUA.
    No tocante aos maias, sendo você uma estudiosa, sabe que os maias tinham seus próprios alfabetos, cujas letras nada parecem com as de nosso alfabeto. Sendo assim, você está se referindo a algum símbolo maia que se parece, se assemelha, lembra por sua forma a letra “G” de nosso alfabeto, e não que a letra G é visível em relevos maias. Só aí já há uma grande diferença. Se um mesmo símbolo tem significados distintos para povos e épocas distintas… imagine símbolos distintos? Um é desenho, o outro é letra.
    Sobre o símbolo maia não posso dizer nada, pois não sou especialista. Já sobre a letra G na Maçonaria, posso garantir que o significado real é o contido no texto. Se fosse um segredo, seria mais fácil eu simplesmente não escrever sobre o assunto.

    Enviado por Maria Alice | 27 de abril de 2012, 1:23
  10. Prezado Ir.’. Kennyo, primeiramente quero parabenizá-los pelos excelentes textos sobre a Maçonaria. Quanto a letra G, a maioria dos IIr.’. de minha Loj.’. entende que seria referente a Gnose, favor emitir seu comentário. T.’.F.’.A.’.

    Kennyo Ismail – Meu Ir.’. José Carlos, creio que o texto já emite minha posição com base em diversas pesquisas e estudos: o significado ORIGINAL da letra G na Maçonaria é Geometria. Todos os demais são inovações posteriores nos diversos Ritos e versões de rituais que foram surgindo.
    Um exemplo claro é a obra exposta por Prichard, de 1730, onde consta sobre o grau de Companheiro a instrução:
    P – O que o G denota?
    R – Geometria, ou a quinta ciência.

    Outro exemplo é no diálogo entre Simon and Philip, de 1740, consta:
    Phil – O que o G significa?
    Simon – Geometria.

    Enfim, é o significado original que consta nas duas Enciclopédias Maçônicas respeitadas: de Coil e de Mackey. O resto é invenção posterior, modernização da Maçonaria.

    Enviado por José Carlos Cavalcante | 29 de abril de 2012, 12:52
  11. Prezado Ir.’. Kennyo, agradeço o envio das informações. T.’.F.’.A.’.

    Enviado por José Carlos Cavalcante | 30 de abril de 2012, 23:41
  12. muito bom , gostei da expricação faz sentido…

    Enviado por Rozenildo Custodio | 20 de outubro de 2012, 2:18
  13. Eu de novo aqui Kennyo. Meu comentario hoje é mais breve que os demais que escrevi. Alguem já observou que no interior da leta G pode abrigar perfeitamente um feto humano? olhe no interior da letra G no modelo maiúsculo e visualize um feto de cabeça para baixo e na “abertura” a saida do cordão umbilical. Pode parecer outra de minhas “viagens” como você disse Kennyo em outros comentários meus; mas pode não ser simples coincidência, pode sim ser proposital; para mostrar que o homem proveio do centro do cenário “maçonico” .

    Kennyo Ismail – Célio, não duvido de você… mas escrevi um G numa folha em branco aqui e passei mais de 1 hora tentando ver o feto humano e não consegui. Até tomei umas latinhas de cerveja pra ver se melhorava minha capacidade de abstração, mas nem assim consegui ver o feto! O que você toma para conseguir??? Será que se eu mudar o estilo da letra eu também conseguirei? Ou tem que ter um “dom” especial para isso? O que você consegue ver em outras letras do alfabeto? Você vê o São João na letra “i” maiúscula? O planeta terra na letra “O”? E nas nuvens, você já tentou? Parece que são mais fáceis…
    Célio, não quis ser rude, mas sim ilustrar que, quando alguém quer ver algo, ninguém pode impedi-lo. A questão é que é uma teoria que foge da razão, a partir do momento que nenhum autor sério de Maçonaria registrou esse significado e nenhum ritual antigo ou mesmo moderno dá esse entendimento.

    Enviado por celio machado | 24 de outubro de 2012, 0:55
  14. muito bom ir: ., TFA

    Enviado por Alexandre Leitão | 30 de outubro de 2012, 20:26
  15. ÓTIMO!!!

    Enviado por Carlos Magno Coutinho | 30 de outubro de 2012, 20:30
  16. É preciso aprofundar-se nos estudos!!!

    Enviado por Jose Carlos Andre Silva | 21 de novembro de 2012, 18:40
  17. Muito bom, gostei muito ate hoje eu acreditava que a letra ( G ) se derivaria de genesis, mas como é bom se aprofundar você começa a saber um pouco mais das coisas achei este artigo muito interessante.

    Enviado por Eduardo Henrique de Souza Bina | 8 de abril de 2013, 21:17
  18. gostei muito desta explicação, até hoje eu pensava que a letra ( G ) viria de genesis da bíblia .

    Enviado por Eduardo Henrique Souza Bina | 9 de abril de 2013, 0:20
  19. Valoroso Ir.’. Kennyo. Tenho lido alguns artigos falando da letra “G”. Gostei das suas afirmações. Poderia por favor falar a respeito de gnose? que muitos referem à letra e é um dos gruandes mistérios da maçonaris.
    TFA.

    Kennyo Ismail – Gnose é o estudo dos mistérios espirituais, a busca do conhecimento espiritual, a crença da superioridade do espírito sobre a matéria e as práticas que levam a uma maior espiritualização do indivíduo. Ou seja, é algo bastante amplo, que permite discussões sobre o que está dentro ou fora. Por esse ponto de vista, muitas práticas religiosas são consideradas gnósticas.

    Enviado por Marcos | 6 de maio de 2013, 20:36
  20. a letra "G" significa Gregos… em toda escrita.

    Kennyo Ismail – Claro! Mais especificamente daquele iorgute da Nestlé! E em toda escrita, né? Assim, quando lemos, por exemplo, a palavra “garganta”, na verdade, significa “gregosargregosanta”!!!

    Enviado por Anônimo | 31 de maio de 2013, 3:39
  21. e preciso aprofundar sim nos estudo, mas e precisso de uma força a mais para … quero poder conversa mais pois admiro o trabalho e vi a verdadeira historia

    Enviado por marcel | 19 de junho de 2013, 11:01
  22. Ir.´. Kennyo Ismail, Parabéns e obrigado pelo trabalho realizado. Tenho alguns trabalhos em mãos e a maioria deles relatam justamente estas inovações. como C.M. estou iniciando meus estudos e pode ser perigoso o aprendizado equivocado dos temas importantes, afinal, como edificar um templo com colunas tortas, não é? Apreciei vosso trabalho e gostaria, se possível, receber mais informações sobre o aprofundamento deste tema. Grato! T.F.A.

    Enviado por Ervino Siebel Neto | 25 de julho de 2013, 14:11
  23. Sempre haverá um novo significado, pois trata-se da expansão da inteligência a vagar pelos infinitos significados. Dê um jarro de água a um assassino, e ele verá sangue. Dê um jarro de água a um sábio, e ele verá a seiva da vida…

    Kennyo Ismail – Sim. Você disse tudo. Pro assassino é um. Pro sábio é outro. Pro camponês é outro. Pro nômade é outro. Pra cada grupo, um significado. Mas seria incoerente o assassino ver todos os significados, correto? Da mesma forma é na Maçonaria. O “G” na Maçonaria tem UM SIGNIFICADO, que é GEOMETRIA. Os outros que qualquer um veja, não são pelo olhar maçônico, mas por qualquer outro olhar. NA MAÇONARIA, o G é Geometria. Em outros lugares pode ser o que quiser.

    Enviado por Hermes Mercúrio Trimegistos | 13 de agosto de 2013, 23:01
    • Quanto o homem mais elevar a sua consciência, mais longe ele verá.

      Enviado por Hermes Mecúrio Trimegistos | 7 de outubro de 2013, 18:32
    • Prezado Kennyo, acompanho seu trabalho e achei a pessoa certa para esclarecer-me algumas dúvidas sobre Maçonaria. Perdoe-me por questões tão simples. Entretanto são de grande importância para mim.
      A pergunta mais relevante é a diferença de Maçonaria e Illuminati (se é que existe ou nada a haver).
      Existe Maçonaria do bem e Maçonaria do mau?
      Desde já agradeço.

      Kennyo Ismail – Walter, apesar de muitas Ordens se declararem as legítimas Illuminatti ou sucessoras da mesma, a Illuminatti original durou muitos poucos anos e não houve qualquer continuidade que garantisse sucessão. Ainda, não havia qualquer relação direta entre Maçonaria e Illuminatti. Apenas o fato de que alguns membros de uma eram também membros da outra, como hoje temos maçons que também são rosacruzes ou martinistas, etc. Sobre se existe Maçonaria do mau, é impossível. Ser “do mau” é incompatível com os princípios maçônicos, logo, seria qualquer coisa, menos Maçonaria. Soa tão estranho para mim como se perguntasse se existe Bondade do bem e Bondade do mau.

      Enviado por Walter José Beduschi | 15 de novembro de 2015, 11:14
  24. Muito bom! (:

    Enviado por Renan Miranda | 13 de setembro de 2013, 17:21
  25. Estimado ismail,

    Venho primeiramente, parabenizá- lo pela inicativa do blog e pela sua dedicação à bela causa da desmitificação da Grande ordem. Sou filho de maçon e acho muito interessante tudo o que envolve a Doutrina. Portanto, segue um questionamento: Já que o G significa a Geometria, qual é a dimensão de importância de tal ciência na maçonaria, haja vista que o mesmo se encontra no centro de um dos principais simbolos maçônicos, mesmo entendendo que toda essa simbologia busca referências ao trabalho dos Pedreiros, arquitetos e todos os construtores da nossa humanidade. Explique, por favor tamanha importância dessa ciência.

    Abraços fraternos.

    Kennyo Ismail – Meu Ir.´. Romeu Bruno, o G é uma das heranças que recebemos dos maçons operativos, como muitas que temos nos graus simbólicos e em outros graus. Para os operativos, a Geometria era a ciência do trabalho, era o ganha-pão, o que os diferenciava dos demais e permitia construir catedrais góticas, arcos gigantescos, etc. Sem a geometria, tais obras seriam impossíveis. Para nós essa importância ficou simbólica.

    Enviado por Romeu Bruno | 14 de novembro de 2013, 12:09
  26. Maçonaria me perdoem mas não passa de mais uma seita satânica.

    Kennyo Ismail – Tá perdoado pela ignorância e a blasfêmia.

    Enviado por Daniel | 1 de dezembro de 2013, 20:56
  27. A Letra G na Maçonaria,IR.: Kennyo, muito esclarecedor seu relato com relação ao significado da Letra G na maconaria,sou companheiro maçon, e gostaria apresentar este seus relatos em nossa oficina, e gostaria de saber de que cidade o IR.: é e qual seu grau na maçonaria.
    Obrigado

    Kennyo Ismail – Ir.´. Eloi, apenas pedimos que seja citado o autor e fonte. Você pode ver um resumo do currículo maçônico no seguinte link: http://www.noesquadro.com.br/autor

    Enviado por Eloi Treter C.:M.: | 5 de janeiro de 2014, 20:14
  28. Caro Ismail, tenho uma dúvida; Um profano, que por partes de outros souber de alguns segredos, chaves importantes, de alto grau, e resolver publicar ou comentar, será nele aplicada alguma regra ou lei por parte da Ordem ou a regra só se aplica aos iniciados?

    Kennyo Ismail – Como qualquer outra organização, as regras maçônicas só alcançam os seus membros.

    Enviado por Hiran Abiff | 18 de fevereiro de 2014, 14:32
  29. Acho que devemos lembrar, que antes de um simbolo maçônico, é o simbolo da arquitetura, onde sua base é a geometria. A maçonaria tomou com simbolo por valorizar arquitetos e pedreiros, onde quase todos os maçons eram arquitetos, mais nem todos os arquitetos eram maçons. É natural que se tenha usado esse sinificado de que é Deus, pois como diz o cara q comentou logo abaixo: 'Sempre haverá um novo significado, pois trata-se da expansão da inteligência a vagar pelos infinitos significados'. Antigamente a inteligência era muito valorizado, e entender de geometria, era ser sim uma pessoa muito inteligente, muitos filosofos, pintores e mesmo musicos da epoca, se obrigavam a estudar ao menos um pouco de geometria, era um estudo muito restrito, e não era como diz o texto ensinado nas escolas de ensino fundamental ou medio como agora.

    Enviado por Nathaly Baptista | 8 de abril de 2014, 17:22
  30. Como se tornar um maçom ?

    Enviado por Marcos Silva | 2 de julho de 2014, 17:44
  31. * Kennyo Ismail, bom dia…Meu nome é Julimar sou maçom da Loja Maçonica Inconfidéncia Nº 64 oriente da Cidade de Teofilo Otoni Minas gerais, e gostei muito das sua colocações sobre o “G”…Sou Maçom há 23 anos de iniciados e sou do grau “14” e nunca vi uma resposta tão bela quanto a sua, nossa loja estyda muito sobre isoterismo, que vc sabe muito bem que a Maçonaria ele querendo ou não ela é isoterica…parabéns pela sua capacitação de entender a maçonaria…T.’.F.’.A.’. a todos…

    Enviado por Antonio julimar | 29 de julho de 2014, 11:45
  32. Muito instrutivo, me interesso pelo assunto.

    Enviado por Pedro Paulo | 12 de agosto de 2014, 20:39
  33. Boa Noite

    Sempre fui um adorador. Neste momento, aos 44 anos, estou tentado me aprofundar e saber todos os significados.
    Sempre fui um curioso. Neste sentido sempre ouvi falar. Tenho amigos e agora estou estudando profudamente.

    Enviado por edvaldo dos anjos cruz | 3 de setembro de 2014, 20:17
  34. Estimado ir.’. Kennyo ismail, venho por meio deste ensejo pedi que escreva a respeito do verdadeiro significado e origem das sete estrelas que fica no oriente.

    Kennyo Ismail – Prezado Irmão Ivany, o que se lê aqui no blog é fruto de muita pesquisa. Geralmente são semanas de pesquisa e, muitas vezes, até meses para uma publicação. E para mantermos a constante publicação, há vários temas sendo pesquisados ao mesmo tempo, uns mais avançados e outros mais iniciais. O que faço é cogitar a hipótese de incluir o tema em futuras pesquisas e, se algo interessante surgir dessas pesquisas futuras, um post ou artigo será criado e publicado.

    Enviado por Ivany Regis | 12 de novembro de 2014, 19:35
  35. muito bom informação muito legal.

    Enviado por adonis | 25 de janeiro de 2015, 22:58
  36. Muito interessante e eficaz. O que mais me agradou foi certas respostas a diversos comentários. Hilários, porventura espontâneos. Parabéns pelo trabalho.

    Enviado por Renato Moreira | 3 de março de 2015, 14:36
  37. Parabéns meu Ir:. Meu TFA:. GADU lhe abençoe sempre todos os dias. Gostaria de receber outros estudos via e-mail.
    Que as luzes estejam sempre a iluminá-lo.
    TFA:.
    Carlos Szilagyi

    Enviado por Carlos Szilagyi | 11 de março de 2015, 8:36
  38. Parabéns pelo JP.’. texto!

    Como disse Platão “Deus geometriza”

    T.F.A

    Enviado por Luiz Bachega | 17 de março de 2015, 23:29
  39. Permita-me meu caro a dar minha opinião em relação a esse seu texto.
    Ja li alguns textos bons vindos deste blog, porém este em particular me perturbou profundamente.
    A meu ver parece-me, e me corrija se estiver enganado, que com este texto foi digamos, “passada uma grande borracha” em tudo o que se pode refletir com relação ao símbolo, ou seja, me deixou uma impressão de que tudo o que poderia surgir com estudo, análise, reflexão, imaginação, correspondência, etc. não é valido simplesmente porque a única resposta válida é o ponto de vista o qual afirma que: “Sim, “G” é apenas “Geometria…”, e nada mais.
    Portanto, me desculpe a sinceridade, mas achei um texto por demais simplista. Um texto não contribui em nada para o desenvolvimento de uma obra maior!
    Novamente, me perdoe se estiver enganado e se assim for, peço que simplesmente desconsidere este texto aqui!
    Abraços

    Kennyo Ismail – Mario Cesar, entendo seu ponto de vista e espero que entenda o que tentarei expor: a verdade é nua e crua, e não maquiada e complexa. O que pode surgir com “análise, reflexão, imaginação” é achismo e invenção, e não a verdade. O objetivo deste blog é exatamente combater os frutos dessa “imaginação” a que você se referiu, que faz com que o G de Geometria ganhe mais de 10 significados que nada tem com o Operativismo. E falando em Operativismo, lembre-se que os símbolos e interpretações originais de nossa Maçonaria Especulativa foram herdadas de nossos rústicos antecessores operativos. Assim, espere sempre algo que você possa considerar como “simplista”, ou seja, verdadeiro, nu e cru, em vez de algo maquiado, imaginado, inventado. TFA.

    Enviado por Mario Cesar Marcal dos Santos Junior | 21 de março de 2015, 21:10
    • Meu Caríssimo!

      Obviamente que não posso discordar de seu ponto de vista, pois estas correto em muito do que afirma. Por outro lado é uma pena que o irmão consideres somente esse como sendo verdade.

      Há um numero escrito no chão. Um irmão esta de um lado e vê o numero 6, outro irmão de outro lado vê o numero 9. Ambos estão corretos, ambos estão vendo uma verdade, nua e crua. A diferença reside no ponto de vista de cada um, no que cada um percebe como sua realidade e no que cada um pode entender como sendo uma verdade absoluta.

      Isto seria nada mais do que um convite a ver que há sim mais verdades do que aquelas únicas que vemos.
      TFA

      Kennyo Ismail – Meu Irmão Mario Cesar, mais uma vez, compreendi seu raciocínio e espero novamente que compreenda o meu. Utilizando de sua alegoria: há um número escrito no chão. Um vê um 6 e outro vê um 9. Desculpe-me, mas ambos NÃO ESTÃO CORRETOS. Eu não vou perder tempo filosofando e inventando significados para o escrito. Vou atrás de quem o escreveu, quando, como e o porquê. Se ele estava do lado de cima ou de baixo quando escreveu. Assim saberei se é um 6 ou um 9, e refutarei significados inventados, incluindo alguém que acha que é um símbolo hindu, outro que é uma letra do aramaico e outro que é a metade do símbolo do signo de câncer. O fato é que há os manuscritos e rituais antigos da Maçonaria, e neles G é de Geometria e nenhum outro significado a mais. Os novos significados só surgiram bem depois, enxertos, frutos da imaginação de alguns ritualistas. Mais uma vez, respeito o seu direito de relativizar. Já este blog tem o objetivo contrário, de investigar e apresentar o resultado. E tenho plena ciência de que a partir do momento que me comprometi a fazer isso, é impossível agradar a todos.

      Enviado por Mario Cesar Marcal dos Santos Junior | 25 de março de 2015, 21:26
  40. Gostaria, se possível, de iniciar um estudo nos conceitos e preceitos da maçonaria, para entender o funcionamento, seus ensinamentos e ideologias. Se possível, envie-me resposta pelo Email, grato.

    Enviado por Paulo Santos | 13 de maio de 2015, 19:13
  41. Boa Noite,
    Sr. Kennyo Ismail.

    Sou um grande admirador dos assuntos Maçonicos, onde certos trabalhos me inspiram a incessante busca de tornar–me uma ser melhor.

    Solicito-lhe por gentileza em se poderia atender aos meus anseios revelando qual seria o verdadeiro significado da corda de 81 nós, assim como dos demais nós(sete, doze, etc.).

    Desde já,
    Muitíssimo Obrigado!

    Att.,

    Alcinei.

    Enviado por Alcinei | 21 de maio de 2015, 23:56
  42. Grande instrução meu irmão. Eu como A.•.M.•. gostaria de receber seus informativos.
    SFU
    Alexandre Moroso de Lima

    Enviado por Alexandre Moroso de Lima | 5 de junho de 2015, 13:19
  43. Ir:. Kennyo, nada a ver com o símbolo do Ourobouros?

    Kennyo Ismail – Gustavo, nada. A letra G é uma das heranças da Maçonaria Operativa. Está relacionado com o ofício de construção.

    Enviado por Gustavo | 10 de agosto de 2015, 11:59
  44. Na realidade a letra G dentro do esquadro representa geová. ta ai o linke que estou passando de uma pesquisa mais aprofundada sobre esse simblo intrigante maçonico . O compaço e o triangulo com a letra g no centro.
    https://www.youtube.com/watch?v=vM3Owywgpms

    Kennyo Ismail – Começar uma frase com “na realidade” não transforma uma invenção em uma realidade. Jeová se escreve com “J”. E, aproveitando, “compasso” é com “ss”.

    Enviado por roberto | 10 de agosto de 2015, 23:11
  45. Irmao kennyo, muito bom o post, parabéns pela clareza e simplicidade dos artigos. Ri litros aqui. Beber cerveja Pra ver um feto no G e uma técnica a qual vou utilizar.

    Confraria de são João 354 Uberlândia glmmg

    Enviado por Fábio Eduardo | 24 de agosto de 2015, 16:31
  46. Caro Ir.’. Kennyo, como Ap.’. no Oriente de Campestre-MG (Arautos da Paz) sou-lhe grato pelo post sobre o G.
    Questionamento que me atormentava de certa forma.
    Sua paciência com alguns IIr.’. e profanos é copiosa.
    TFA

    Enviado por Wilton Serrano | 28 de agosto de 2015, 1:10
  47. Ir.’. Kennyo Ismail, ontem tive o prazer de ouvir uma pesquisa de um Ir.’. lida em loja sobre “pé esquerdo & maçonaria” e deu o vosso no e site como referencia. Hoje lendo esse post me deliciei em uma leitura agradável desde o tema ate os comentários e respostas. Parabens. Sou A.’.M.’. e gostaria de assistir uma palestra do Ir.’. T.’.F.’.A.’. e que o G.’.A.’.D.’.U.’. o abençoe e ilumine.

    Enviado por Jorge Pivati | 2 de setembro de 2015, 11:56
  48. Tenho onze anos de maçonaria. Li o trabalho e estou de pleno acordo com o que foi exposto. A exposição do esquadro e compasso feita por não maçom me era desconhecida. Creio que os símbolos maçônicos devem ser interpretados maçonicamente, pois, só a visão do iniciado maçom pode avaliar os atributos de cada um e o que cada um está nos dizendo. Parabéns.

    Aproveito para perguntar ou pedir esclarecimento sobre o conceito maçônico e jurídico da loja maçônica. Vejo-a como forma imaterial, abstrata, caracterizada pela reunião dos irmãos. Não sei se estou certo. Gostaria de saber sua opinião. Coletto.

    Kennyo Ismail – Meu Irmão Coletto, obrigado pelo comentário. Concordo com seu entendimento acerca de “Loja Maçônica”. Seria um conceito organizacional, como o conceito de “associação”.

    Enviado por ANTÔNIO COLETTO | 30 de setembro de 2015, 20:14
  49. Caro Ir.’. Kennyo, felicito-lhe pelo trabalho e me sinto aliviado por encontrar alguem esforçado a esclarecer fundamentadamente esses fatos tão relevantes para a nossa ordem. Por outro lado ainda fiquei muito feliz por ver que esse blog serve para a informação, dismistificação e ainda diversão, pois eu fico estupefado e ao mesmo tempo feliz por ver a capacidade de abstração da mente humana e ainda mais com a contribuição (nova) de uns bons copinhos de cevada fermentada…kkk
    Mas falando sério, eu gostaria de apresentar o seu trabalho na minha loj.’., você acredita que estaria contido no meu grau?

    TFA
    RR.’.

    Kennyo Ismail – Meu Ir.´. Rodrigues, obrigado pelo contato e apoio. Bom, os comentários também são meu combustível!. Sobre o tema, creio estar mais adequado ao grau 2. Corre o risco de alguém considerar que você está se “adiantando”. TFA.

    Enviado por Rodrigues Apr.'.M.'. | 28 de outubro de 2015, 12:16
  50. Ilustre Irmão Kennyo Ismail, inicialmente gostaria de cumprimentá-lo pelo excelente site, fruto de sua vasta cultura maçônica. No entanto, nesse artigo específico, notei algumas discrepâncias e espero que você não me julgue mal por apresentá-las. Trata-se apenas de esclarecimentos rumo ao que é verdadeiro.
    Você foi muito irredutível quanto a qualquer outro significado da letra G, que não Geometria e cito suas próprias palavras ao responder a um irmão que tentou ponderar a respeito do 6 ou 9: “Vou atrás de quem o escreveu, quando, como e o porquê.” Bem, não creio que você conheça quem instituiu o G como símbolo maçônico, ou o teria citado em suas respostas. Sendo assim, mesmo citando eminentes pesquisadores maçons, continua tratando-se de opinião. Os comentários de Cristiano Martins (um dos maiores estudiosos da Divina Comédia) refletem sua opinião e não, necessariamente, a de Dante Alighieri.
    Concordo plenamente que existem tentativas de interpretar esse símbolo que beiram à sandice, porém outras são mais plausíveis e, pelo menos mais uma encontra fontes confiáveis que a confirmam. Falando especificamente, trata-se da referência ao Criador, o G.’.A.’. D.’.U.’.
    No seu texto, você afirma: “A letra G definitivamente não é God ou qualquer outro nome relacionado ao Grande Arquiteto do Universo.” Entretanto, em uma resposta, você mesmo relata que Albert Mackey, em sua Encyclopedia of Freemasonry se refere ao G com o significado de God. Bem, para tirar a dúvida, transcrevo a conclusão de Mackey sobre a letra G na referida obra: “De fato, o símbolo, tornado sagrado pela sua referência ao Grande Geômetra do Universo, foi bem valorizado ao ser aplicado àquela ciência que tem, desde tempos remotos, sido considerada sinônimo de Maçonaria.”
    Em outra obra desse mesmo autor, Mackey afirma que o símbolo original e verdadeiro é a letra hebraica Yod e que o G nunca deveria ter entrado como símbolo maçônico (The Symbolism of Freemasonry, Albert G. Mackey – cap. XXIV, The Ineffable Name, p. 182).
    Em outra resposta, você cita a obra de Samuel Prichard, de 1730, porém faz uma “escrita seletiva” e só transcreve a parte do texto que confirma sua opinião. Um pouquinho mais à frente, nessa mesma instrução existe o diálogo:
    P. Quando você adentrou o meio (câmara do), o que você viu?
    R. A semelhança da letra G.
    P. Quem aquele G representa?
    R. Um que é maior que você.
    P. Quem é maior do eu, que sou um Maçom livre e aceito, Mestre de uma Loja?
    R. O Grande Arquiteto e Criador do Universo.

    Na versão francesa dessa instrução, publicada no Le Catéchisme des Francs Maçons, em 1744, temos:
    P. Quando você entrou na câmara do meio, o que você viu?
    R. Uma grande Luz na qual eu percebi a letra G.
    P. O que a letra G significa?
    R. God, que é para dizer DIEU (DEUS), ou um que é maior que você.

    Voltando a Prichard, ele termina a Instrução do Companheiro com um poema (A Repetição da Letra G), o qual contém a seguinte quadra:
    “Pelas Quatro Letras e Quinta Ciência
    Esse G corretamente permanece,
    Em uma devida Arte e Proporção,
    Você tem sua resposta, Amigo.”

    [Quatro Letras: o Tetragrama.]
    [Quinta Ciência: Geometria.]

    Meu prezado, gostaria de terminar com uma frase de Harry Leroy Haywood, retirada de seu livro Symbolical Masonry, de 1923:
    “Eu não vejo por que precisamos fazer alguma escolha entre o G significando Geometria e o G significando a Divindade; as duas concepções fundem-se naturalmente porque os homens sempre viram na Geometria aquilo que é encontrado em todo lugar na Natureza: a mais clara revelação da Mente Infinita.

    Kennyo Ismail – Meu Irmão Evanio, você está certo em muitos aspectos, e agradeço por sua colaboração. No entanto, sugiro que leia o artigo do Irmão Harry Carr, publicado originalmente na edição de número 76 da então conceituada Ars Quatuor Coronatorum. Ele evidencia que o significado original, desde o século XV até os primeiros rituais do século XVIII, era apenas GEOMETRIA. E que um significado diferente, uma clara INOVAÇÃO, relacionando o G ao GADU, teve sua primeira aparição na obra de Prichard, e em seguida na obra francesa citada por você. Mantiveram o significado original e resolveram inovar, acrescentando outros. E os ritualistas latinos se deram a mesma liberdade, criando mais e mais significados. Enfim, reafirmo que todos os significados diferentes de GEOMETRIA, incluindo GADU, são inovações. Harry Carr e tantos outros pesquisadores podem não ter consultado quem instituiu o G na Maçonaria, mas consultaram os rituais mais antigos da Ordem. Então não se trata de opinião e sim de constatação.

    Enviado por Evanio | 25 de novembro de 2015, 2:41
    • Bem, meu caríssimo irmão, em alguns pontos concordamos plenamente. A Geometria teve papel fundamental na Maçonaria operativa, tanto que o Poema Régio (ou Manuscrito Halliwell) trata a maçonaria e geometria de maneira indistinta: “Aqui começam as constituições da arte da Geometria de acordo com Euclides”
      A grande questão é que a adoção da letra G como símbolo maçônico foi feita pelos especulativos (final do século XVII) e maçonaria e geometria não eram mais sinônimos. Entretanto, concordo com você que o significado primitivo desse símbolo se refere à geometria. Apenas insisto que a inclusão do novo significado (GOD ou GADU) ocorreu pouco tempo depois, por volta de 1726 e publicado por Prichard em 1730 (embora o poema que cita as Quatro Letras e Quinta Ciência seja considerado anterior a essa data). Acredito (e agora é opinião mesmo) que isso confere certa legitimidade a essa interpretação do símbolo, diferentemente dos vários outros significados que apareceram bem mais tardiamente e que são claramente inovações e achismos.
      Iniciei essa discussão porque os próprios autores que você citou no seu texto (Mackey, Coil, Prichard) e alguns outros que pesquisei (mas todos conceituados membros efetivos ou correspondentes da Quatuor Coronati Lodge) dão a sustentação para manter minha opinião. Mas, como já disse, concordo plenamente que o significado original seja Geometria.
      Meu irmão, agradeço a oportunidade dessa troca de argumentações, que certamente contribuiu para expandir meus conhecimentos na Arte Real.
      Um TFA.

      Enviado por Evanio | 26 de novembro de 2015, 2:38
  51. não vou comentar nada. Sou MMI – 33º Li tudo que está escrito acima. Já estudei e estudo muito. Quanto mais estudo mais aprendo. O brigado por ntudo

    Enviado por Rubens Garcia de Almeida | 25 de novembro de 2015, 15:27
  52. realmente es muy interesante descubrir algunos significados tan controvertido

    Enviado por humberto toledo | 29 de novembro de 2015, 1:14
  53. Caro irmão kennyo,
    Ontem vi um texto semelhante ao seu. Até postei aqui mas não apreceu….é do ocultista Case P,F.
    O autor Paul Foster Case diz em “A Letra G Maçônica, Paul Foster Case, Tradução de S.K.Jerez”:
    …O significado maçônico da letra G nunca foi esotérico. Tem sido dito ao mundo todo que o símbolo deve o seu destaque ao fato de que “G” é a inicial de geometria. Isto o torna um resumo simbólico de todo o sistema maçônico. O cerne da Maçonaria é uma doutrina esotérica fundada sobre a ciência da geometria e expressa por meio de figuras geométricas e teoremas. Nas antigas constituições maçônicas é expressamente declarado que Maçonaria e geometria são uma coisa só…

    Concordo que “maçonaria e a geometria são uma coisa só”. Não há dúvidas de que a letra G neste sentido é totalmente aplicável e justifica a manutenção do emblema Esquadro/Compasso/Letra G. Mas é preciso entender se é somente neste contexto que a letra G encontra aplicação e explicação na maçonaria. E sendo a maçonaria universal, independente de qualquer rito, outra palavra de mesma origem de geometria pode ser entendida e interpretada ao se observar o emblema (Esquadro/Compasso/Letra G). Esta sim tem uma forte carga esotérica. É ela a palavra Gnose.
    Vamos à origem de cada coisa:
    “….quando da Grande Convenção da Maçonaria na Inglaterra em 1721, pela primeira vez, houve concordância entre os Altos Corpos da França, Suíça e Alemanha, em alocar uma Letra G no centro da figura formada pela justaposição e entrelaçamento das ‘duas (2) hastes’ de uma Compasso voltadas para baixo, e de um Esquadro com seus braços para cima. Assim, é certo que esses Instrumentos Entrelaçados constituem o emblema mais significativo, importante, identificador e conhecido da Ordem; então, estabeleceu-se que o conjunto seria o ‘Emblema Universal da Maçonaria’, que atualmente é denominado ‘Escudo Maçônico’. Certamente, os Pedreiros-Livres da Idade Média desconheciam como símbolos maçônicos, tanto a estrela Flamígera quanto a Letra G, entretanto, historicamente, a criação e introdução desses símbolos na Ordem constam desse texto como Instrução específica sobre a Estrela” (D’Elia Junior; R., 2011) apud Enrique Cornélio Agrippa de Neteshein….
    Bom, com isso então podemos entender que a letra G dentro do emblema (Esquadro/Compasso/Letra G) apareceu no período da Maçonaria Especulativa e com ela TODOS os significados atribuídos a esta letra, inclusive Geometria.
    O que vem em seguida é fazermos uma análise primária e especulativa do que possivelmente pode ter levado a sugestão de tantos significados para letra G na adoção e após a mesma, pela Grande Convenção da Maçonaria na Inglaterra em 1721. Claro que a palavra Geometria cabe muito bem a esta lógica. Segundo D’Elia Junior; R., 2011 apud Ragon, J.M. “…a Letra G é a inicial da Quinta (5°) Ciência, Geometria; dessa Ciência como das Matemáticas, provém o excepcional brilho da verdade luminosa, que se deve se expandir sobre todas as operações do espírito”. É bonito e mais que louvável as palavras do irmão Ragon, mas como um estudioso da matemática avançada sei que quando não se consegue explicar determinadas situações, se parte para axiomas, ou, em outras situações onde não se encontra caminhos para a lógica convencional, se parte para a logica paraconsistente. Este tipo de lógica que serve quando a lógica convencional não se aplica a alguns casos. Então quem somos nós para desqualificarmos os caminhos que transpõe a física, ou seja, a metafísica, o oculto…. Bom, mas com prudência e dentro do racional, podemos fazer uma análise sem artifícios mito-românticos e míticos, para tentarmos compreender os caminhos que levaram alguns autores maçônicos a interpretar a letra G do emblema de diferentes maneiras. Podemos fazer isso de maneira a resgatar elementos da história e não estabelecer um conceito como verdade absoluta conforme citado por Paul Foster Case. Alias tenho certo receio com quanto as “verdades absolutas”!
    Podemos observar indiscutivelmente que, duas palavras supracitadas vêm da mesma origem: grega. São elas Geometria e Gnose. A segunda deriva do grego “gnosis” que significa “conhecimento”. É um conhecimento intuitivo, diferente do conhecimento científico ou racional. Então, temos duas palavras que bebem da mesma fonte, a Grécia.
    Assim temos que: Γεωμετρία – Geometria / γεωμετρία – geometria; Γνώση – Gnose ou Gnosis. E estas duas palavras provém de uma mesma letra, o Gamma. Γάμμα – Gamma / gamma – γάμμα.
    Segundo Lacerda, L.C., 2015 “…. Gamma é uma letra grega, a inicial de Geometria e de Gnose. Ou seja, ANTES DE TUDO, o G da maçonaria É GAMMA. Não é atoa que a ciência da Geometria inicie com essa letra, nem é atoa que Gnose (que significa Conhecimento) também. Gamma é a porta para a ciência divina através da razão.”
    Se a palavra “Geometria” mantém sua letra inicial tanto nas línguas anglo-saxãs como nas latinas: Geometry (inglês), Geometrie (holandês e alemão), Géométrie (francês), Geometría (espanhol), Geometria (italiano e português). A palavra Gnosis também as mantém.
    É interessante se notar que os antigos rituais e alguns compêndios também fazem menção a ambas. Autores como Mackey; Coil; Prichard e Albert Pike também fazem menção a gnose. “A gnose é dita por Albert Pike como a essência e o miolo da maçonaria”.
    Lacerda, L.C., expõe um elegante percurso histórico no que se refere aos significados do esquadro e do compasso em seu blog (http://www.esoterismodemolay.com.br/2013/10/alquimia-na-maconaria-parte-1.html), obedecendo a lógica exposta pelo mesmo quando diz que: “A Alquimia Grega, foi para Alexandria onde os primeiros cristãos e árabes a absorveram. Se manteve dentro do cristianismo através da Ordem de São Bento, da qual patrocinou e estimulou os primeiros Maçons a se tornarem simbólicos. Para isso basta investigar a sequência histórica: Alquimia Grega -> Alexandria -> Cristianismo -> Ordem de São Bento -> Guilda de Pedreiros Sagrados (os construtores das catedrais góticas)” . Se buscarmos estes elementos, com esta sequencia nas fontes históricas, veremos uma real conexão entre estes termos.
    Então podemos concluir que os símbolos esquadro e compasso fortemente presentes na alquimia grega atravessaram os séculos, e se entrelaçaram e incorporaram em seu centro a letra G (que possui significado tanto de geometria como de gnose como já citado acima – e que também provém do grego) no emblema (Esquadro/Compasso/Letra G) criado e adotado pelo maçons especulativos em 1721.
    Se nesta ou após esta data (1721) outros significados foram dados para a letra G quer por invenção ou não eu não sei, mas os fatos me fazem acreditar que cabe tanto o significado Geometria como Gnose para a letra G no emblema.
    T.’.F.’.A.’.
    Ir.’. Giovani B. M. C.’.

    Kennyo Ismail – Irmão Giovani, obrigado pelo comentário. Vamos por partes:

    1 – quanto a justificativa de que Geometria e Gnose são compatíveis porque “bebem da mesma fonte, a Grécia”, esse é um argumento inválido. Churrasquinho grego também vem da Grécia, assim como o iogurte grego, nem por isso são compatíveis com Geometria. Se fosse Geologia ou Geografia, até dava pra passar o discurso de um radical comum. Mas há inúmeras palavras gregas que começam com G e nada tem com Geometria, como Gnose, por exemplo.

    2 – Não houve qualquer Grande Convenção da Maçonaria em 1721. É algo simplesmente impossível. Nessa época nem havia Maçonaria na Suíça e na Alemanha, assim como não havia Altos Corpos na França ou em qualquer outro lugar. O que indica que as fontes consultadas não são confiáveis.

    3 – Se as palavras Geometria e Gnose não mudam de inicial quando traduzidas para outras línguas, a palavra GOURMET também não. Nem por isso o G na Maçonaria significa Gourmet. Esse não é um argumento excludente.

    4 – Coil não cita o verbete Gnose em sua enciclopédia ou consta gnose nos verbetes da letra “G” ou de Geometria. Mackey também não tem o verbete Gnose em sua enciclopédia, nem cita gnose nos verbetes da letra G ou em Geometria. O mais próximo que se tem é o verbete “Gnósticos” em Mackey, que explica quem eram os gnósticos, mas não faz relação direta com a Maçonaria. Por sorte, tenho as duas enciclopédias aqui para verificar. E olha que são enciclopédias! Se tivesse alguma relação, a Gnose entraria nessas enciclopédias, ou pelo menos seria citada nos verbetes da letra G. Mas nem isso. Essas enciclopéidas citam, por exemplo, Gramática, Grotto, Guatemala, Georgia, Guiana, Guilhotina… mas não citam Gnose. Mais uma vez, isso indica que as fontes consultadas não são confiáveis.

    5 – Por fim, diferente do que se afirmou, assim como verificamos que não há qualquer compêndio informado que apresente tal abordagem, não há qualquer ritual verdadeiramente antigo que faça menção a Gnose como significado da letra G.

    TFA.

    Enviado por Giovani B M C .´. | 16 de dezembro de 2015, 12:32
  54. “G” verdadeiro significado

    Enviado por kamylla kethlen | 21 de fevereiro de 2016, 2:38
  55. Vcs são o próprio demônios raça escrota

    Kennyo Ismail – Prezada Noelia, reflita por favor se esse seu comportamento é condizente com o princípio maior de amar o próximo.

    Enviado por Noelia Aguiar | 22 de fevereiro de 2016, 0:12
  56. Gostei do que foi escrito e concordo plenamente, muito obrigado.

    Enviado por Pedro Alves Nero | 8 de março de 2016, 11:22
  57. Pensei que poderia ser gnose, afinal, eu entendo que a maçonaria, apesar de ser leigo à respeito, detém O conhecimento,a sabedoria,mas Geometria faz muito sentido pela importância do domínio desse conhecimento em toda nossa jornada.

    Enviado por luiz antonio rondó monteiro | 8 de abril de 2016, 21:07
  58. Meu Irmão sou um humilde Aprendiz Maçom do Rito de YORK,filiado a Loja Construtores da Esperança n.226 GLEB Oriente de Camaçari, e quero agradecer ao irmão por este maravilhoso e esclarecedor texto sobre a letra”G”

    Kennyo Ismail – Obrigado, irmão Arnaldo.

    Enviado por ARNALDO PEREIRA DA SILVA | 11 de abril de 2016, 19:53
  59. Boa noite!
    Este artigo me foi muito esclarecedor, simples e de fácil interpretação, embora eu não seja maçon, tenho muita admiração,por essa fraternidade,que ao longo da história,exerceu papel fundamental no desenvolvimento,e direitos da sociedade mundial,e inclusive em nosso país.

    Abraços!

    Enviado por lucasmanutencao90@gmail.com | 28 de maio de 2016, 20:43
  60. Boa noite Kennyo Ismail, nossa eu ja tinha uma admiração pelamaçonaria, depois de ver esse glog, me paixonei mais ainda,tirando algumas perguntas idiotas, mas as respostas foram fantasticas, e alturas. sempre tive vontade de alguem me convidar para fazer parte da entidade, depois de ler os esclarecimentos , do irmão Kennyo , um genio!!por favor quero entrar na familia, me convide, e envie material para meu e-mail.
    fico no aguardo!

    att, Jorge Sá.

    Enviado por Jorge Antonio De Sá | 15 de junho de 2016, 18:43
  61. a letra G significa ‘Chave de luz’, representado na música pela clave de sol, na numerologia pelo número 7 (número da Fé), no tarô pelo carro (aquele que sabe o caminho p encontrar Deus)… vários símbolos mesmo significado. OS ILUMINADOS, OS QUE ACHARAM O CAMINHO PARA DEUS, A CHAVE DE LUZ.

    Kennyo Ismail – Ou não.

    Enviado por gautamara | 22 de junho de 2016, 7:53
  62. A letra G significa literalmente a Geometria Sagrada do Universo, o Compasso e o Esquadro simbolizam o Hexágono(a forma de dois triângulos sobrepostos), que são mesma forma do núcleo do átomo conjurando assim a ilusão da matéria.

    Enviado por Novus Ordo Humanae Libertas | 1 de julho de 2016, 22:47
  63. me explica claramente o significado da letra G

    Enviado por gildasio ribeiro | 6 de agosto de 2016, 14:13
  64. Simples e objetivo, como é a geometria. A complicação é da mente humana.

    Enviado por João M Fernandes | 18 de agosto de 2016, 11:34
  65. Parabens pelo trabalho de voces.

    Enviado por Mara | 21 de agosto de 2016, 22:21

Post a Comment

Informativo

Receba a melhor newsletter sobre maçonaria! Cadastre seu e-mail:

AdSense