Publicado em

MAÇONARIA BRASILEIRA EM NÚMEROS

Como todos sabem, a Maçonaria brasileira pode ser dividida em três modelos administrativos distintos: os Grandes Orientes Estaduais federados ao GOB, as Grandes Lojas confederadas à CMSB, e os Grandes Orientes Independentes confederados à COMAB. Somadas, essas Obediências correspondem ao que podemos chamar de Maçonaria Regular Brasileira. (Lembre-se que os conceitos “regular” e “reconhecida” são distintos. Prova disso é que nenhuma dessas Obediências possui o reconhecimento de todas as Obediências Regulares do mundo).
Com a chegada do “List of Lodges 2011“, publicação anual das Lojas das Obediências Regulares do mundo que possuem reconhecimento de Grandes Lojas Americanas, tem-se o número mais atualizado do tamanho da Maçonaria Brasileira:
O GOB possui 75.987 membros ativos, filiados a 2.526 Lojas. Permite múltiplas filiações.
As Grandes Lojas possuem 106.112 membros ativos, filiados a 2.623 Lojas. Permitem única ou dupla filiação.
Os 17 Grandes Orientes Independentes confederados à COMAB ainda não constam no “List of Lodges“, mas possuem aproximadamente 28.942 membros.
Somando todos, temos um total de mais de 211.000 maçons no Brasil, distribuidos em aproximadamente 6.000 Lojas. Para se ter uma ideia da dimensão disso, a Maçonaria Brasileira é duas vezes maior do que a soma de todo o restante da Maçonaria Latinoamericana. Somos quase três vezes maiores do que a Maçonaria Canadense. No Continente Americano só perdemos para os EUA, a maior Maçonaria do mundo, com aproximadamente 1.378.000 maçons (List of Lodge 2011), isso sem contar as Grandes Lojas Prince Hall, o que eleva esse número para quase 2 milhões de Irmãos Americanos. No mundo, estamos em 3° lugar, próximos da Inglaterra, com seus quase 238 mil membros divididos em 7.945 Lojas.
Apesar dos números impressionantes, é fato que a Maçonaria Brasileira não fala em uníssono. Mas talvez um dia conseguiremos seguir o exemplo dado pela Maçonaria Alemã que, com suas diferentes Obediências, cada uma com sua estrutura e funcionamento, criou um organismo representativo que fala em nome de todos os maçons alemães. Aí então o gigante que somos poderá despertar perante o mundo maçônico, e colaborar ainda mais com a construção de uma humanidade mais feliz e igualitária.

15 comentários sobre “MAÇONARIA BRASILEIRA EM NÚMEROS

  1. Ola Ir.´. Quando da cisão de 1973, o GOSP assinou o manifesto de desfederalização do GOB, mas pelo que sei hj o GOSP esta federado ao GOB, correto? Vc sabe quando houve esse retorno? Outra dúvida, vc acha que a dificuldade da COMAB firmarm tratados de reconhecimento e de ser considerada regular pela UGLE se deve somente a seu pouco tempo de existencia?
    TFA
    Jean

  2. Irmão Jean,
    Essa não foi a primeira, que ocorreu em 1921, quando o GOSP se desligou do GOB e trabalhou independente, sendo reincorporado apenas em 1929. Já em 1973, o GOSP assinou o manifesto de desfederalização, e sua recuperação pelo GOB foi um processo que durou até 1981.
    Já quanto ao reconhecimento de GOIs pela UGLE, o que ocorre é que uma das regras da UGLE é de que só se pode reconhecer 01 Obediência por território e, no caso de haver mais de uma, só poderá reconhecer a outra com o consentimento da já reconhecida. No caso do Brasil, o GOB possui o 1° reconhecimento e por isso precisa consentir para que a UGLE reconheça outras Obediências no país.
    TFA,
    Kennyo Ismail

  3. acho a maçonaria uma fraternidade de grande importancia para a sociedade e para a naçao brasileira tendo influencia na tv,politica,esporte eetc… meu bisavo alves veiga antes de morrer queria que os homens da familia desem continuidade a maçonaria mas isso nao aconteceu eu gostaria de fazer a vontade do meu bisavo mais nao sei como me tornar membro da maçonaria sou muito novo tenho apenas 19 anos.

  4. Caro Mateus,
    Caso queira, posso lhe dar algumas orientações sobre o ingresso na Ordem.
    Onde você reside?
    Att,
    Jesus

  5. BOA NOITE, SOU DO GRANDE ORIENTE DE PERNAMBUCO/ COMAB ,TEMOS MUTO RECONHECIMENTO COM A GRANDE LOJA DA INGLATERRA, ATRAVES DO GRANDE ORIENTE PAULISTA , DO GRÃO MESTRE Drº JURANDIR , ACHO QUE ESSES NUMEROS ESTÃO ERRADOS SOBRE A COMAB , TEMOS TAMBEM CAPITULOS DO REAL ARCO NO BRASIL, QUE TUDO NOS UNA.

    Kennyo Ismail – Meu Irmão Josias, infelizmente não é assim. Não me entenda mal, sou simpático à causa da COMAB, e o artigo basicamente sugere isso, da importância de considerá-la em nossas estatísticas maçônicas nacionais. Mas suas informações não procedem. 1 – Os reconhecimentos do GOP não valem para o GOIPE. Cada Grande Oriente precisa firmar seu próprio tratado; 2 – Nem o GOP e nem o GOIPE tem ainda o reconhecimento da Grande Loja Unida da Inglaterra. O GOP tem, entre outros, o da Grande Loja do Distrito de Columbia; 3 – O Supremo Grande Capítulo de Maçons do Real Arco do Brasil reconhece o GOB, as Grandes Lojas e os Grandes Orientes da COMAB, mas os tratados internacionais no Simbolismo são independentes disso. No mais, torço para que os Grandes Orientes da COMAB alcancem o reconhecimento pleno nacional e internacional.

  6. Muito bom este estudo.
    É de se observar realmente que a maçonaria brasileira é dividida. Tal fato é muito latente no Gobam.
    TFA

  7. Boa tarde Ir.’.Sou de uma loja do interior de MG filiada ao GOB. Em minha loja não incentivam a visitação às lojas da COMAB. Gostaria de saber o real motivo para que isso aconteça. Gostaria de saber também se o problema com a COMAB é só reconhecimento ou também de regularidade.
    TFA

    Kennyo Ismail – GOB e COMAB é a versão maçônica de Israel e Palestina. Tudo depende do lado que você está. Você pode ser pró-Israel, pró-Palestina, ou a favor de dois Estados soberanos que vivam em paz. Dependendo do lado que você estiver, verá ou não questões de regularidade. Saber um “real motivo” é algo complicado, considerando que os motivos diferem conforme os agentes envolvidos. Se é questão de regularidade, com certeza não.

    1. A diferença entre GOB e COMAB está puramente no $$$ na cobiça, no status no ego.
      Todas as ramificações das potencias aconteceu por luta de poder.

  8. Bom Dia,
    Considerando as distintas potencias maçonicas espalhadas pelo Brasil, quais as principais diferenças entre elas, principalmente nas questões doa ritos, qual o papel do CLIPSAS na maçonaria universal, ele ajuda ou atrapalha a maçonaria como um todo.
    Cordialmente, um fraterno abraço.
    ozéias

    Kennyo Ismail – Ozéias, sugiro a leitura do post sobre Reconhecimento e Regularidade publicado aqui no blog. A Maçonaria é um sistema de moralidade. E a Maçonaria considerada regular tem por base o princípio de que Deus é o fundamento da moralidade. Já a Maçonaria considerada pelos regulares como irregular é a que discorda desse princípio. A Maçonaria Regular entende que a Maçonaria foi um sistema de moralidade criado com base exclusivamente nesse princípio, que seria o cerne da Maçonaria. E, retirando esse princípio, você teria qualquer coisa, menos Maçonaria.

  9. achei interessante os comentários e dados citados. Porem, apesar de estarmos em 3º lugar no mundo, diante da população brasileira, ainda somos muito pouco para uma real mudança no atual panorama politico reinante em nosso país.

  10. Q.´. Ir.´., Kennyo Ismail, Vc teria os números da maçonaria brasileira atualizados? Membros/lojas(GMSB/GOB e COMAB)?
    Desde já, muito grato pela atenção

    Um TFA,

    Leone Lisboa
    ARLS Confraria de São João -354 GLMMG

  11. Queridos IIr∴.

    Sou membro do GOP. Ler e ouvir essas dissenções entre irmãos é uma tristeza profunda. Oxalá as divisões e a desunião caiam por terra o mais breve possível.Como podemos pregar o amor fraterno e união sendo tão rancorosos assim? Que o Gr∴Arq∴do Univ∴ ilumine a mente dos homens de bem e promova a união de todos os IIrm∴ brasileiros.

    Fraternalmente,

    Isaque Macedo

  12. Caro Irmão Kennyo,
    Peço-lhe permissão para utilizar o texto “Maçonaria Brasileira em números como referencial bibliográfico em um livro que estou escrevendo.

    Kennyo Ismail – Meu Irmão Eduardo, sinta-se a vontade para utilizar qualquer material do blog, desde que referenciado. E parabéns pela iniciativa do livro. É disso que estamos precisando.

  13. Ir.´., Kennyo Ismail, Vc teria os números da maçonaria brasileira atualizados? Membros/lojas(GMSB/GOB e COMAB)?
    Agradecemos

    Um TFA,

  14. Ola… Irmão​ kennio Ismail, sou de uma loja do interior do Estado de São Paulo, e estou fazendo uma pesquisa sobre a Maçonaria no estado de São Paulo fazendo uma Ligação com a fundação da minha Loja. O que está faltando pra mim é saber um pouco mais sobre a reincorporação do GOSP ao GoB em 1929. Pois já procurei sobre o assunto é não encontrei nada. TFA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *