Publicado em

MAÇONARIA: TEMPO x EXPERIÊNCIA

Já dizia Einstein que o tempo é relativo. Isso não se aplica apenas à ciência, mas na vida também. E sendo o tempo relativo, não é indício de experiência, pois enquanto o tempo é relativo, a experiência é absoluta.
A dependência entre o tempo e a experiência é de que o tempo não garante experiência, enquanto que para se ganhar experiência precisa-se de tempo. Isso porque a experiência depende de atividades, trabalhos, esforços, e esses gastam tempo para serem realizados. A verdade é que você pode ver os anos se passarem e não ganhar experiência alguma, ou pode agir e ganhar experiência a cada dia.
Na Maçonaria isso não é diferente. Você pode ter 40 anos de Maçonaria e não ter experiência alguma. Basta você não visitar outras Lojas, não conhecer outros Ritos, não visitar Obediências amigas, não participar dos mais diversos eventos maçônicos, não ingressar nos Altos Graus, não ler e estudar. Você terá muito tempo de Maçonaria, mas não terá experiência alguma além daquela obtida em sua própria Loja. Em contrapartida, a realização de tais atividades é diretamente proporcional à experiência maçônica, o que significa que um maçom atuante e estudioso, com o passar dos anos, poderá acumular bagagem o bastante para ser uma boa referência em seu meio e colaborar para o desenvolvimento de seus irmãos.
Em outras palavras, tempo está relacionado a sobreviver, enquanto que experiência está relacionada a viver. Se você viver a Maçonaria, você ganhará experiência, e se você apenas sobreviver na Maçonaria, apenas acumulará tempo. É uma questão de escolha e de vontade. Tempo só é sinal de experiência quando bem aproveitado. Então faça a escolha certa e aproveite o tempo, e assim você viverá experiências maravilhosas na Maçonaria.

4 comentários sobre “MAÇONARIA: TEMPO x EXPERIÊNCIA

  1. Caro irmão,
    Ainda não havia pensado por este ângulo e, pior, acreditava que os mais antigos tinham mais experiências…
    Mais uma vez, parabém pela bela peça.
    TFA.
    João Cunha – RJ

  2. Caro Ir.

    Seu blog é realmente incrível, principalmente para um AP. como eu.

    Um T.F.A.
    Emerson Aparecido Millnitz
    Rui Barbosa 10 – Sertanópolis – PR.

  3. Irmãos João e Emerson, obrigado pelas palavras de apoio.

    TFA,
    Kennyo Ismail

  4. Prezado Irmão!
    Texto excelente, para AP. como eu, é de suma importância ler peça esclarecedoras como esta. Me dá força nos estudos.
    Parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *