Publicado em

CREDORA DA SOCIEDADE

Viúva do segredo e inimiga dos vícios
Um exército da paz sob teu comando luta sem balas
Ela não ataca ninguém, senão os desvios da alma
Sublime, busca incutir nos justos sua doce palavra.

Irmã mais velha da Liberdade, ali sempre estava ela
Defendendo a caçula com o amor de suas ideias
Respirando o ar das tristes mazelas
Mas superando os séculos com aparadas arestas.

Democracia, agradeça a ela por tudo
Pois corajosa, ela igualou reis a vassalos
E deixou com que esses escolhessem seus iguais
Sem olhar nomes e bens materiais.

Essa viúva, irmã, amiga, guerreira
Também é mãe, nos dando a Luz
Que nos tirou da ignorante cegueira
Obrigado, Maçonaria Brasileira.

Kennyo Ismail

Um comentário sobre “CREDORA DA SOCIEDADE

  1. […] Kennyo Ismail Fonte:  http://www.www.noesquadro.com.br […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *