Publicado em

NOVEMBRO MAÇÔNICO

Começo este mês de dezembro olhando para o mês passado e feliz pelo dever cumprido. No dia 07/11 estava em Itabuna-BA, participando de um Encontro Regional de nossa Ordem, onde tive a oportunidade de realizar duas palestras maçônicas, uma de história e outra de simbologia. No dia 14/11 foi a vez do Rio de Janeiro-RJ, onde atendi à Investidura ao grau 33 no Supremo Conselho do Grau 33 do Rito Escocês Antigo e Aceito da Maçonaria para a República Federativa do Brasil. Já no dia 21/11 estava na Trienal do Rito de York, em Belo Horizonte-MG, assumindo o posto de Grão-Mestre dos Maçons Crípticos do Brasil e confraternizando-me com mais de 600 participantes. E por fim, no último dia 28, em São Luís-MA, tive o prazer de realizar uma palestra sobre Liderança Ética e Moral Maçônica durante o I Seminário Maçônico do Maranhão.

Nas quatro ocasiões, tive a honra de contar com o apoio de valorosos irmãos, muitos dos quais tenho tido a sorte de reencontrar entre as colunas maçônicas ao longo dos anos, em muitos eventos que temos participado. Outros tantos, acabo de conhecê-los, apesar do amor fraternal nos dar a impressão de sermos velhos amigos. Evito aqui citar nomes, pelo receio de esquecer-me de alguns que, com absoluta certeza, merecem ser citados. E espero contar com a compreensão de todos por essa minha falha.

O mais importante para mim é poder, ao fazer essa breve retrospectiva das atividades maçônicas nos finais de semana do último mês, afirmar da alegria em enxergar, com meus próprios olhos, que a Maçonaria brasileira está em plena transformação. E para melhor. Bem melhor.

Kennyo Ismail

2 comentários sobre “NOVEMBRO MAÇÔNICO

  1. Caríssimo Ir Kennyo, satisfação enorme tê-lo conhecido pessoalmente, estivemos juntos em Itabuna – BA, onde assisti as suas duas palestras e depois acompanhei de perto o ensaio de Iniciação (no rito de York, que pra mim era novidade) onde o Ilustre Ir pôde dar suas orientações aos obreiros da Loja Construtores do Templo. Receba meu TFA.

  2. prezado irmão Kennyo Ismail,gostaria que discorresse acerca do uso da tábua de delinear na maçonaria, se for possível.desde já agradeço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *