Publicado em

“O GOB PARA OS MAÇONS” de agora para frente

Tem circulado por grupos maçônicos em redes sociais o resultado da eleição para Grão-Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil – GOB. O candidato Múcio Bonifácio, apesar de ter perdido em SP, maior colégio eleitoral do país, e quase empatado em MG, o segundo maior, acabou por vencer o pleito, com 66% dos votos válidos, contra… ninguém. Ele era candidato único. Sua posse ocorrerá neste sábado, dia 15.

Os votos brancos e nulos somaram incríveis 34% dos eleitores, o que é bem mais do que o primeiro colocado nas pesquisas para Presidente da República acumula atualmente. Para se ter uma ideia, na última eleição do GOB, em 2013, os votos brancos e nulos não chegaram a 2%.

A quantidade de eleitores que participou desta eleição é relativamente próxima à média apresentada na eleição anterior: um pouco menos de 1/3 dos membros regulares declarados pelo GOB compareceram à votação. No mundo civilizado, qualquer associação que se preze, por maior que seja, prevê que seja constituído quorum com maioria absoluta dos associados regulares ou de seu colegiado para uma eleição. Para decisões importantes, exige-se quorum até maior, de, pelo menos, 2/3. É, de certa forma, compreensível uma flexibilização de tais regras no Brasil, por questões socioculturais e dificuldades de deslocamento, mas aceitar um quorum menor do que 1/3 é, como os advogados brasileiros gostam de qualificar, “ferir de morte” a democracia.

De toda forma, a partir desse dado, surgem algumas hipóteses: trata-se da comprovação de um desinteresse generalizado do maçom gobiano para com o processo democrático do GOB, seja por descrença no sistema ou nas opções oferecidas; ou o GOB divulga um quantitativo fictício de mais de 80 mil membros, quando na verdade seria algo em torno de 50 mil; ou o sistema eleitoral é passível de fraude e deveria ser externamente observado e auditado; ou o atual sistema eleitoral não atende ao princípio democrático e à instituição, devendo ser totalmente revisto e modificado. Ainda, pode ser a combinação de algumas ou de todas essas hipóteses.

Fato é que o Irmão Múcio governará o GOB enquanto seu Grão-Mestre Geral durante os próximos 05 anos, tendo muitos desafios emergenciais pela frente.  Dentre eles, os erros cometidos pelo GMG Ricardo de Carvalho que, apesar de sua passagem meteórica no Grão-Mestrado Geral, deixa grandes estragos, como seus inesquecíveis “equívocos” em Aracajú e o modo como conduziu a intervenção no GOSP. Soma-se então aos problemas que o GMG anterior já havia deixado como espólio, como a fragilizada relação com a CMI, as incontáveis suspensões e as várias intervenções, incluindo a mal sucedida em Pernambuco. E, enquanto trata desses desafios, deverá conquistar a opinião favorável de seu povo maçônico. São muitos pratos para girar e assim se legitimar pelo trabalho, pois pela urna não foi possível.

A boa notícia é que o histórico do Irmão Múcio dá indícios de que ele tem conhecimento para vencer esses desafios. Se lhe sobrar energia e força de vontade, as coisas hão de melhorar.

 

14 comentários sobre ““O GOB PARA OS MAÇONS” de agora para frente

  1. Parabenizo a próxima gestão,e espero q os irmãos maçônicos de outras potências ,possam voltar ao convívio em família.
    Temos q agregar e não multiplicar coisas q o último soberano fez em nome de um absurdo propósito.
    T.’ .F.’.A.’. & S.’.F.’.U.’.

  2. Da vergonha tanta podridao, onde se busca totalmente o oposto, uma coisa se percebeu com tudo isto, antes os profanos já via os maçons com desconfianca agora então .

    1. Acho q é por isso q irmaos q nesses 34%..acabam fundando potencias irregulares…pregando o q realmente tem q se pregar..deixando de lado burocracias.
      Politicas..e vivendo felizes

    2. Boa tarde Pedro, melhor mesmo é ser “não sendo”, é cultivar os ideais do cuidado com o semelhante em nossos corações e transformar isso em ações, por pequeninas que sejam. Um dia eu sonhei em ser Maçom, mas a ganância e a aspiração pelo poder e pelo status enlamearam essa tão ilustre instituição, infelizmente, de dentro pra fora.

  3. Agora, parece ficar mais fácil para o GMG e adjunto,começar a retirar as farpas das madeiras pau_Brasil, aplainando a ponto de torná-la polida.
    Parabéns.

  4. Eu acredito como Macon que gob tem que exercer os princípios da maçonaria e nao exercer a titularidade da vaidade, não é este o objetivo , a maçonaria tem que lutar pelas causas públicas e dos menos favorecidos. Não vejo movimentos neste sentido.

  5. Aparar as farpas, quando a madeira está para ser trabalhada, para um fim.
    O GMG é o inspirador da armonização entre os Maçons.

  6. Parabenizo os novos eleitos ao cargo de GMG MUCIO E ADEMIR e rogo ao SADU que de muita paz e luz a todos os macons do GRANDE ORIENTE DO BRASIL e de agora pra frente possamos ter mais paz em nossa ORDEM….o passado deve ser pagina virada…Paulo Ailton (VM Loja Maconica Philantropia e Trabalho 3794…Araguari MG.

  7. JOSE EVERALDO ANDRADE SOUZA

    Iniciado na Ordem Maçônica desde 1989, jamais imaginei que a Sublime Ordem, por comportamentos de Irmãos que nos faz lembrar o mundo profano, chegasse a momentos e processos tão tumultuosos!
    Precisamos, urgentemente, repensar a Maçonaria!!

  8. Por favor irmão Mucio ofereça uma saida para o GOSP. Lembre-se de nós e crie algo que Enoteca ainda mais a ordem. Voce é meu Sobrerano Grão Mestre Eleito. Restaure a paz em nosso seio, creia esse número de 80 mil irmãos aparecerá.

  9. Eu vejo e tenho certeza que ouve abuso e muita vaidade de ambas as partes. Eu acredito que nosso novo GMG tem tudo para ser um lider que possa trazer novamente Concórdia e harmonia entre os irmãos. E nós temos que ajudar e pra isso que fomos iniciados. TFA.

  10. Desejo aos sublimes irmãos eleitos ao cargo GMG Múcio,Ademir ,muita paz e luz para que a família maçônica tenha muito sucesso nestes próximos anos de seus respectivos mandato ,T.’.F.’.A.’. a todos

  11. Eu pedi o placet do GOB pois estou com nojo de tanta podridão. Poucos compareceram pq estao com nojo tb. Lojas frias. ninguem estudando mais nada. Enfim os esuerdistas e expurios de avental mataram a gloriosa maçonaria gobiana. Os vitoriosos de araque que fiquem contentes pra continuar expulsando e destruindo a arte real.

  12. Uma verdadeira vergonha para a administração do GOB. Indeferiram a candidatura do IIr Ballouk de forma arbitrária, não dando chances ao povo gobiano de escolha. Infelizmente o GOB está sendo destruído por vaidade… A maior e mais antiga potência do Brasil vem sendo destruída…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *