Publicado em

SCODB realizará seu CNOD 2018

No dia 08 de setembro ocorrerá mais uma edição do Congresso Nacional da Ordem DeMolay – CNOD, mas dessa vez do SCODB, na querida cidade de Ribeirão Preto – SP, aproveitando a ocorrência do Congresso Estadual do Grande Capítulo de SP, no dia anterior, o que garantirá bom volume de participantes. Espera-se que seja um evento interessante, após o rompimento das negociações de unificação, publicamente noticiado pelo SCODRFB em seu último CNOD, em Aracajú, na presença dos dirigentes das três vertentes maçônicas brasileiras: GOB, CMSB e COMAB, que haviam elegido o CNOD do SCODRFB (o maior evento DeMolay já ocorrido no Brasil, com mais de 1.300 participantes) para também realizar a primeira reunião da maçonaria regular brasileira em toda a sua história.

O cenário atual é preocupante para os dirigentes do SCODB. Além da frustração com o processo de unificação, que livraria a instituição do processo judicial e da consequente multa de centenas de milhares de reais, o SCODB tem presenciado a união da CMSB e da COMAB em prol do SCODRFB, perdendo recentemente seu principal e maior apoio no seio da COMAB, o Grande Oriente de Minas Gerais – GOMG, de onde veio boa parte das lideranças nacionais do SCODB (como os PGMNs Álvaro Azevedo, Wilson Júnior e Luiz Eduardo de Almeida) e também as lojas patrocinadoras de quase 1/3 de seus capítulos ativos. A decisão do GOMG, contestada por um de seus membros e atual Grande Mestre Nacional Adjunto do SCODB, o jornalista e escritor Guilherme Santos, foi julgada recentemente por seu tribunal maçônico que, por unanimidade, decidiu em desfavor do SCODB. Ainda, não é descartada a possibilidade disso se desdobrar em um futuro processo disciplinar.

Não bastasse isso, há também a delicada situação do Grande Oriente de São Paulo – GOSP, cujo Grão-Mestre se manifestou recentemente no sentido de se “desfederalizar” do Grande Oriente do Brasil – GOB, tendo convocado uma assembleia geral para deliberação de tal pleito, a ocorrer no dia 15 de setembro, uma semana após o CNOD do SCODB. O GOB é a única obediência maçônica regular brasileira que ainda não se manifestou oficialmente contrária ao SCODB, apesar de suas lojas patrocinarem mais capítulos do SCODRFB do que desse. Em lojas do GOSP, encontram-se patrocinados mais de 1/3 dos Capítulos ativos do SCODB e, caso o GOSP fique em uma situação de não reconhecimento e sofra vetos de intervisitação por parte das demais obediências, o SCODB terá que decidir entre: abraçar o GOSP e perder o pouco apoio do GOB que lhe resta em alguns estados; ou migrar seus capítulos paulistas para novas lojas patrocinadoras, da GLESP e do GOP-SP, que não concordarão com a permanência desses Capítulos no SCODB.

Assim, à sombra do rompimento do processo de unificação, da perda de apoio do GOMG, da incógnita sobre o futuro do GOSP, da iminência de uma decisão judicial, sem qualquer apoio de lideranças maçônicas relevantes, com a regularidade maçônica de importantes dirigentes ameaçada, e com inúmeros passivos a honrar, os inscritos deste CNOD do SCODB podem, sem saber, estarem participando de sua última edição…

Um comentário sobre “SCODB realizará seu CNOD 2018

  1. Sua opinião pessoal não deveria ser matéria de uma página até então de credibilidade.

    Kennyo Ismail – Noticiei acontecimentos e possibilidades, sem qualquer juízo de valor. A matéria está longe de representar minha opinião pessoal. Credibilidade é isso: noticiar, mesmo sabendo que irá desagradar alguns e que poderá sofrer certos ataques.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *