Publicado em

DESVENDANDO O “TRIPLO TAU”

O “Triplo Tau” é tido como um importante símbolo maçônico pois, em muitos rituais e Obediências, ornamenta o principal avental da Loja, o do Venerável Mestre, além de compor o emblema do Real Arco. Assim, o “Triplo Tau” está presente de forma destacada tanto na Maçonaria Simbólica quanto nos Altos Graus do Rito de York e do Sistema Inglês Moderno.

Sendo símbolo tão presente e de tanto destaque na Maçonaria, natural que milhares de interpretações oficiais e extra-oficiais surgem para a alegria dos pseudo-sábios de plantão. Talvez esse seja o maior problema enfrentado internamente na Maçonaria: a constante tentativa de complicar o simples, de dar significados extras e não-maçônicos à simbologia maçônica.
Em muitos livros e artigos maçônicos publicados, o “Triplo Tau” é tido como símbolo baseado numa letra grega utilizada antigamente por hindus e judeus como símbolo da eternidade, do que é sagrado, dos “escolhidos”, e que, combinado em três, simboliza o nome de Deus, etc, etc, etc. Enfim, descrever todos os significados atribuídos a esse símbolo é um desafio que um único texto seria incapaz de encarar.
Para compreender de forma correta esse símbolo, precisa-se estudá-lo em cada contexto:
O “Triplo Tau” do avental dos Mestres Instalados
Eu sinto muito informar, mas os três Taus vistos no avental dos Mestres Instalados de muitos Rituais e Obediências não são “Taus”.
A simbologia da Maçonaria Simbólica é baseada na Maçonaria Operativa, e o avental do Venerável Mestre não é diferente. Os três principais Oficiais duma Loja possuem ferramentas como símbolo: Segundo Vigilante: Prumo; Primeiro Vigilante: Nível; Venerável Mestre: Esquadro. O que parece um Tau, na verdade é um tipo de esquadro, chamado em inglês de “T-square”, que em português significa “equadro-T”, mas é mais conhecido por “régua-T”. Como se sabe, o Mestre da Loja é muitas vezes ilustrado como aquele desenhando na Prancheta da Loja. O esquadro-T, ou régua-T, além de possibilitar o desenho de ângulos retos, é extremamente necessário para se desenhar retas paralelas.
Com a onda esotérica que tanto influenciou a Maçonaria durante os séculos XVIII e XIX, deram a vários símbolos significados místicos, não-maçônicos, e o esquadro-T foi uma dessas vítimas. Se fossem Taus, obviamente seriam posicionados com as partes de duas extremidades voltadas para cima, e não para baixo como são.
O “Triplo Tau” do Real Arco
Também sinto em informar que o “Triplo Tau” do Real Arco americano e inglês originalmente também não é um Triplo Tau.
O símbolo do Real Arco aparenta ser três Taus unidos pelas bases, e com o tempo essa se tornou inclusive a descrição oficial do símbolo. Mas na verdade, o símbolo original é um “T” sobre um “H”, sendo a sigla de “Templum Hierosolymae”, nome em latim do que conhecemos como Templo de Salomão. Por sorte, o primeiro regulamento do Real Arco, datado de 12 de Junho de 1765, aponta a sigla TH como emblema do Real Arco e decifra seu significado, e em 1766 surgiu a instrução para posicionar o T sobre o H em todo seu uso. Além disso, o famoso maçom Thomas Dunckerley, grande defensor e promotor do Real Arco, deixou essa informação em evidência em correspondência oficial datada de 27 de Janeiro de 1792.
Com o tempo e sob a mesma influência esotérica mencionada anteriormente, não foi difícil a união do T com o H num único símbolo e o surgimento de sua denominação como “Triplo Tau”, o que acabou sendo oficializado com o passar dos anos.
Conclusão
Não existe “Triplo Tau” na Maçonaria. Existe “esquadro-T” na Maçonaria Simbólica, e “T sobre H” no Real Arco. O resto é invenção sem base teórica, verdadeiros desrespeitos à Maçonaria e sua história. A simbologia maçônica já é interessante e significativa o bastante, não necessitando de tais enxertos.

12 comentários sobre “DESVENDANDO O “TRIPLO TAU”

  1. Não sou maçom, mas concordo com o que vocÊ diz em sua conclusão o respeito é umas das bases fundamentais para que se haja ordem no planeta e ficar inventado nomes para seus simbolos e histórias somente com o objetivo de se dar uma resposta sobre o que não se sabe é além de disrrespeito falta do que fazer. Muito bom seus artigos.

  2. Perfeitamente de acordo! Tanto que vou elaborar um texto com base neste (indicando o local de publicação deste e dando o devido crédito à sua autoria, é claro…) que publicarei no blogue A Partir Pedra no próximo dia 29 de junho.

    TAF.

    Rui Bandeira

  3. Amados IIr. Sou o Venerável Mestre da A.R.L.S. Cavaleiros da Fraternidade Branca N° 182 – GLEB, e também Ir. Companheiro do Sagrado Arco Real de Jerusalém-GOB. Só tenho a parabenizar o Irmão pelo artigo que enriquece o nosso intelecto quanto ao conhecimento da simbologia Maçônica. O Ritual de Emulação ainda ė pouco praticado no Brasil e todo conhecimento a cerca dele merece nossa devida atenção, incentivo e zelo.

  4. Excelente texto. Além de elucidativo, ajuda aos neófitos a se desligarem de alguns mitos.
    TFA.’.

  5. Grato, ótima explanação.

  6. Boa noite irms.’. e amigos muito bom a instrução referente o TAU, parabens, para o ir.’. que eleborou esta peça educativa, um TFA. jrcontecpy8abo@hotmail.com José Rodrigues da Silva do GOB.

  7. Olá IIr.’. e demais amigos que se interessam por nossa arte! tenho apenas a agradecer pela excelente explanação e desmistificação do mesmo! Nossa ord.’. já possui diversas alegorias para nos abrilhantar e saber sobre cada uma delas creio que seja uma excelência que todo maçom deva ter por alvo em sua busca! Um TFA e um muito obrigado por ter explanado um assunto interessante de forma tão coerente!

  8. Bom dia ! caríssimos leitores desta página. cheguei a esse poste lendo uma passagem de um livro que fala sobre Buda. tem um trecho que ele cita o triplo tall. de baunilha ao ler estava com um dilema para o nome de uma empresa que estou botando no mercado tá i… triplo tau não sou um iniciando mais amo a maçonaria e procuro com todo o cuidado e amor saber sobre essa sublime ordem com todo o respeito aos veneráveis amigos . um ótimo dia 3×3

  9. Bom dia estimados
    Reportando ao tema em epígrafe, é oportuno e esclarecedor, no QUE serve para ampliar os nossos conhecimentos em nossos estudos, visando a nossa Ascenção aos grau de perfeição.
    TFA.

  10. O Triplo Tau, está em Loja Maçônica, representando as … direções do Cosmos, tal qual as direções da Loja, cuja soma é igual a 6 (2×3=6). Restando mais detalhe para que seja desvendado o segredo do número 7.

  11. “O símbolo é chamado de Triplo Tau. Alguns textos antigos sugerem que era originalmente um “T” sobre um “H”, representando “Templum Hierosylum” (“Templo de Jerusalém”), mas na Maçonaria do Arco Real preferimos interpretá-lo de forma diferente. A letra “T” é chamada de “tau” em hebraico e grego. Frequentemente se supunha que três taus era a marca colocada nas cabeças daqueles mencionados em Ezequiel 9: 4: “E o SENHOR ordenou-lhe: “Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém e marca com um sinal a testa das pessoas que se aborrecem e não compactuam de todas as abominações que se cometem no meio do povo!”. Eles deveriam ser protegidos da ira destrutiva de Deus, dirigida aos idólatras. Os comandantes militares da época também usaram a marca para indicar os soldados que estavam ilesos na batalha, mostrando que estavam em forma e bem. Por esta razão, tem sido chamado de “a marca da vida”. Na Maçonaria do Arco Real, ele também é colocado em uma Convocação emitida para uma excepcional Reunião do Capítulo.”
    TEXTO retirado do site da UGLE, eles consideram e interpretam com Triplo Tau.

    Kennyo Ismail – Se for membro do Arco Real inglês, compreenderá que esse trecho não trata dos “taus” do avental de um VM, mas de outro símbolo, que aparece no Capítulo do Sagrado Arco Real.

  12. TRIPLO TUA, fazia parte dos Cavaleiros Templários portugueses, principalmente em Goa no que fora as instalações do Templo de Santo Augustinho na Índia. Lá existem vários túmulos dos Cavaleiros Templários com as inscrições do Triplo Tau nas lapides.

    Kennyo Ismail – Que legal… manda fotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *