Academia dos Altos Graus – Educação Maçônica no REAA (NMJ)

Os altos graus do Rito Escocês Antigo e Aceito – REAA são administrados por um Supremo Conselho, podendo haver apenas um Supremo Conselho do REAA reconhecido internacionalmente por país, com exceção dos Estados Unidos, que convencionou-se, desde as primeiras conferências mundiais de Supremos Conselhos, o reconhecimento de seus dois Supremos Conselhos, Jurisdição Sul e Norte, […]

QUAL A NACIONALIDADE DO REAA?

Recentemente foi publicado um artigo de minha autoria na Revista Astréa #37, a revista maçônica de maior circulação no Brasil. Como Grande Inspetor Geral, foi uma honra poder, de alguma forma, colaborar com tão importante publicação e assim também colaborar com a divulgação de informação maçônica aos nossos irmãos adeptos dos Altos Graus do REAA. […]

O ANEL DE PRATA DO GRAU 33

Todos sabem que o anel do grau 33 deve ser de ouro. No entanto, esse objeto de desejo de tantos maçons não é cobiçado pelo valor de seu metal, e sim pela dignidade que ele representa. Se no Brasil, um maçom deve dedicar algo em torno de 6 a 10 anos para alcançar o 33º […]

ACEITOS

Ternos negros em noites tranquilas Ou mesmo inquietas pela chuva ou vento Lâminas opacas de espadas antigas Mas tirar uma vida não é o intento.   Madeiras antigas de móveis em triângulo De tempo e de incenso aparenta o cheiro Contrastam com pisos de pedras polidas Que refletem um belo céu de brigadeiro.   Peças […]

KCCH – REAA

Retomando a série de Ordens e Corpos Maçônicos relacionados a Ritos, hoje é a vez do KCCH – Cavaleiro Comandante da Corte de Honra, pertencente ao Rito Escocês Antigo e Aceito. O KCCH é uma espécie de grau 32,5 (ou 32 e 1/2, se preferir) do REAA da Jurisdição Sul dos EUA, apesar de não […]

O QUE É RITO E O QUE É RITUAL

Rito e Ritual: costuma-se fazer grande confusão entre esses dois termos, principalmente na Maçonaria. Alguns acreditam serem sinônimos, outros que se trata de coletivo e unidade. Há ainda algumas explicações filosóficas complexas ou mesmo reflexões etimológicas sobre os termos, que, muitas vezes, mais complicam do que explicam. Ao pesquisar sobre os termos na literatura maçônica, […]